Sem surpresas, China domina o Grand Finals de Tênis de Mesa e encerra o ano com chuva de ouros


A temporada de 2019 do tênis de mesa encerrou-se no último domingo (15), após a realização da etapa final do Circuito Mundial, em Zhengzhou, na China. 

Como já esperado, os donos da casa dominaram os pódios. De cinco disputas, os chineses venceram quatro. A China não ficou com o ouro apenas no torneio de duplas femininas, em que Sun Yingsha/Wang Manyu (CHN) perderam na semifinal para as japonesas que foram campeãs, Miyuu Kihara e Miyu Nagasaki. O vice ficou com Jihee Jeon/Haeun Yang (KOR). 

Xu Xin (CHN) e Fan Zhendong (CHN), atuais líderes do ranking mundial, conquistaram dois ouros cada. Nas duplas masculinas, as lendas chinesas fizeram parceria e venceram sem muito esforço, perdendo apenas um game em todo o torneio. A dupla Liao Chen-Ting/Lin Yun-Ju, de Taipei, ficou com a prata. 

Foi no torneio de duplas mistas, com a parceira Liu Shiwen (CHN), nº3 do ranking mundial, que Xu Xin conquistou seu outro ouro após vitória por 3-2 sobre Jun Mizutani/Mima Ito (JPN) na final. Fan Zhendong venceu o torneio simples, tendo que bater dois compatriotas para conseguir o feito (Lin Gaoyuan na semifinal e Ma Long na final).

A disputa individual masculina, inclusive, foi uma das melhores representações do domínio chinês no Grand Finals e, consequentemente, na atual temporada. A semifinal foi composta pelos quatro primeiros colocados do ranking mundial, que são todos chineses.

No torneio individual feminino, a situação foi ainda mais assustadora. Todas as participações do torneio eram asiáticas, sendo que, de 16 atletas, 10 eram chinesas. A nº1 do mundo no feminino, Cheng Meng (CHN), foi campeã no individual após vencer Wang Manyu (CHN) na final, e Mima Ito (JPN) na semifinal.

Hugo Calderano foi o único representante brasileiro na competição. Ele foi eliminado nas quartas de final de simples, sendo derrotado pelo campeão Fan Zhendong. Após mais um ano espetacular, o carioca encerrou a temporada de 2019 na 6ª posição do ranking da ITTF.

Foto: Divulgação/ITTF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes