Copa do Mundo de Tênis de Mesa por Equipes 2019 - Dia 3


Pelo segundo ano consecutivo, o Brasil termina a Copa do Mundo de Equipes de Tênis de Mesa entre os oito primeiros colocados. Na madrugada desta sexta-feira (8), no Ginásio Metropolitano de Tóquio, no Japão, a equipe comandada pelo técnico Francisco Arado foi superada pela Coreia do Sul, nas quartas de final do torneio masculino, por 3 a 1.

Sexta melhor equipe do mundo no ranking mundial, a Seleção Brasileira foi a última a ser eliminada nesta fase. Com isso, quatro times asiáticos decidirão o título: China, Japão, Taiwan e Coreia do Sul.

No jogo de duplas, um desafio grande para Eric Jouti e Gustavo Tsuboi: nada menos do que a dupla número 1 do mundo da atualidade, Jeoung Youngsik e Lee Sangsu. E eles não estavam para brincadeira: tiraram os brasileiros da zona de conforto desde o início. Errando muito, Jouti e Tsuboi viram os sul-coreanos abrirem 11 a 2 no primeiro set e marcarem 5 a 0 logo no início da segunda parcial, quando finalmente começaram a entrar no jogo.

No terceiro set, Jouti e Tsuboi melhoraram a recepção e os contra-ataques, conseguindo uma boa vitória. O jogo continuou bom para os brasileiros, que mantiveram o confronto equilibrado até quase o final do quarto set, com triunfo de Youngsik e Sangsu, que fecharam em 3 a 1 (2/11, 4/11, 11/6 e 8/11).

Vitor Ishiy foi para a mesa, com mais uma dura missão. O adversário era Jang Woojin, número 14 do ranking mundial. Fez um bom primeiro set, mas ainda insuficiente para incomodar. Começou a se destacar no segundo set, jogando de forma agressiva e quebrando a maioria dos serviços do sul-coreano, até pouco mais da metade da parcial, quando não manteve a mesma intensidade e permitiu a virada. No terceiro, Ishiy caiu muito de produção e Woojin fechou em 3 a 0 (6/11, 8/11 e 4/11).

Lee Sangsu, 18° do ranking, foi o adversário de Eric Jouti no terceiro confronto da madrugada. Um duelo que iniciou muito equilibrado no primeiro set, com o brasileiro sendo perfeito nos momentos finais da parcial, fechando em 11 a 7. O segundo set foi praticamente idêntico: equilibrado desde o início, com Jouti aproveitando todos os erros do adversário e sendo preciso nos momentos decisivos, após 8 a 8 no placar.

Mas ainda faltava um set para confirmar a vitória. O brasileiro não manteve o mesmo desempenho diante de um adversário que passou a dificultar muito nos serviços e contra-atacar de forma mais agressiva. O sul-coreano chegou a estar vencendo por 8 a 0 e fechou a terceira parcial com facilidade.

Jouti “voltou” para o jogo no quarto set. E, assim como acontecera nas duas primeiras parciais, o equilíbrio foi grande até quase o final. Mais uma vez, o brasileiro teve muita frieza nos momentos decisivos e garantiu a vitória na partida, por 3 a 1 (11/7, 11/8, 4/11 e 11/8).

No quarto jogo, Gustavo Tsuboi enfrentou Jang Woojin, precisando vencer para levar a decisão para o quinto confronto. Começou bem, confirmando os dois primeiros serviços, mas permitiu a virada para 6 a 2. Era tarde para uma reação, e o sul-coreano administrou bem a primeira parcial. No segundo set, Woojin foi absoluto. Tsuboi reagiu no terceiro set, mas o oponente foi melhor nos momentos finais e fechou o confronto em 3 a 0 (6/11, 1/11 e 7/11).

Foto: ITTF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes