Após suspensão de ex-técnico, Mo Farah diz que não tem tolerância ao doping


O corredor Mo Farah (GBR) se manifestou nesta terça-feira (1º) sobre a suspensão do seu ex-treinador Alberto Salazar por quatro anos pela Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA).

Salazar teria violado três regras do código antidoping, como manipular amostras de seus atletas e tráfico de testosterona.

Farah, que treinou com Salazar entre 2011 e outubro de 2017, disse que: "Estou aliviado de que a USADA, após 4 anos, finalizou a sua investigação sobre Salazar."

"Deixei o Nike Oregon Project em 2017, mas como eu sempre disse: Não há tolerância para qualquer violação de regras ou para quem passar dos limites."

"Uma decisão foi tomara e estou feliz que teve uma conclusão", concluiu o britânico, que negou ligação entre a decisão de deixar o projeto ao doping.

Além de Salazar, o endocrinologista Jeffrey Brown, envolvido no projeto, também foi suspenso por 4 anos.

Foto: DR


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes