Coluna Nihonde wa Surto - Vamos ser felizes nos yatais


Por Luane Magalhães Shimabuku

Nós já conversamos em uma das primeiras colunas sobre a deliciosa culinária japonesa. Falamos sobre as cores, os sabores e a apresentação dos pratos. Hoje, porque somos pessoas boas de garfo, digo, de hashi (rs), vamos falar sobre comidas de rua.

Quando se viaja só se conhece uma sociedade visitando algumas barraquinhas e comendo a comida de rua daquele local. Nada pode ser mais típico e mais pertencente àquele lugar do que as comidas feitas e servidas nas barraquinhas e se for durante algum festival então… Noooossaaa!

Falando em festivais, os japoneses amam um bom festival ou como se diz em japonês matsuri. Estima-se que sejam mais 100 mil festivais que acontecem no arquipélago anualmente. E com tanto festival assim - motivos não faltam! Se comemoram as chegadas das estações, tem o festival das lanternas, queimas de fogos de artifício e um dos meus matsuri preferidos que um dia pode virar coluna por aqui só pela lenda linda que lhe dá origem que é o Tanabata Matsuri …. Eita! Já estou divagando!

Enfim, com tantos festivais, obviamente que não faltam barraquinhas a perder de vista comidinhas deliciosas vendidas nas ruas. Ah! Comida de rua se chama yatai que pode ser traduzido por barraca de comida.

Vamos conhecer 5 delícias que podem ser compradas nas yatais sejam em festivais ou fora deles. Ahhhh! E para provar tudo isso nem precisa ir tão longe. Vale lembrar que na Feirinha de domingo da Liberdade em São Paulo se encontra tudo isso. Afinal, a capital paulista concentra a maior colônia japonesa fora do Japão do mundo ;)


Okonomiyaki
São panquecas preparadas com as sobras da comida de casa ou com o que você mais gostar. O céu é o limite neste. Mas, mais comumente encontramos ovos e repolho picados e pode-se adicionar cebolinha, cebola, carne (geralmente de porco ou bacon), polvo, lula, camarão, vegetais, kimchi, mochi ou queijo e finalizar com feitos de maionese.

Yakitori
O Yakitori frango grelhado é o que chamamos aqui de espetinho de frango. O termo "yakitori" pode também se referir a comidas no espeto em geral. O espeto pode ser temperado com sal (shio) ou molho tarê que tem um toque adocicado. O molho é aplicado à carne no espeto que é grelhada até ficar daquele jeitinho que você está imaginando e babando.Eu sei!

Nikuman
É a versão japonesa dos bolinhos chineses Baozi e é tradicionalmente recheado com carne de porco moída e legumes picados cozido no vapor que se assemelha bastante com pãezinhos.


Takoyaki
São bolinhas feitas de de manteiga de trigo sarraceno e recheado com um polvo cortado em cubos, “tako”como se diz. Para finalizar, uma generosa camada de molho de yakisoba. Originário de Osaka, as famosas bolinhas servidas em "pratos/caixinhas" podem ser encontrados em todo o país e dificilmente não haverá uma barraquinha de takoyaki durante os festivais.

Dorayaki
Eis um clássico dos clássicos! Para encerrar nossa seleção chega a hora do docinho e o dorayaki é uma unanimidade. Uma panqueca fofinha e macia (na verdade duas, vai! Porque eu vejo como um sanduíche de panqueca) e recheado com vários tipos de cremes, o mais famoso é o com creme e anko (doce de feijão azuki). O doce é o preferido do gato azul Doraemon que foi um dos embaixadores da candidatura de Tóquio para receber os Jogos de 2020.

Fotos: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes