Copa dos Quatro Continentes de Patinação Artística: Dia 4

A Copa dos Quatro Continentes, realizada no Honda Center de Anaheim, Califórnia (EUA) terminou com a disputa por medalhas na Dança no Gelo e um resultado surpreendente: um erro dos favoritos Madison Hubbel e Zachary Donohue deixou a dupla fora do pódio e a porta aberta para a vitória da outra dupla dos EUA, Madison Chock e Evan Bates.

Dança no Gelo:

Um erro em um levantamento estacionário que se moveu e em uma pirueta com nível rebaixado: a perda de pontos de grau de execução interrompeu a sequência impressionante de vitórias da dupla dos EUA Madison Hubbel e Zachary Donohue. Invictos desde o início da temporada 2018-2019, Hubbel e Donohue lideravam a competição de Dança no Gelo da Copa dos Quatro Continentes em Anaheim, e parecia terem garantido o ouro, quando a nota foi anunciada: apenas 119.71 pontos na Dança Livre, quarto lugar no dia e quarto lugar na classificação geral, uma surpresa que deixou público, imprensa e competidores absolutamente desconcertados: "Sem essa!", Donohue declarou ainda na área do Kiss and Cry—onde os competidores aguardam a divulgação das notas—imediatamente após ver o resultado, enquanto os torcedores presentes no Honda Center se agitavam incrédulos. 

Madison Hubbel, após o choque inicial tentou explicar o sentimento daquele instante: "Tenho que dizer que não houveram tantas vezes como essa em que nos sentimos tão fortes após uma apresentação. Sentimos que realmente demos tudo de nós." Hubbel disse também que sabia dos problemas com o levantamento, mas que técnicos e juízes que observaram os treinos da dupla não sinalizaram que haveria um erro maior ali. A patinadora não contestou o resultado, parabenizou os vencedores, especialmente os colegas da equipe dos EUA e declarou que uma lição positiva deve ser tirada do acontecimento: "É como um chamado para despertar. Nós tivemos uma temporada incrivelmente afortunada, apenas seguindo o momento, sem lesões, meio que só indo para vitórias de novo e de novo. Então, vir aqui, fazer um grande programa e levar esse choque para despertar, de que não somos intocáveis é talvez algo bem-vindo antes do Campeonato Mundial, para estarmos na nossa melhor forma de combate contra o resto do mundo".

Os ganhadores da medalha de ouro, Madison Chock e Evan Bates não escondiam a surpresa após a divulgação do resultado. Absolutamente atônita enquanto aguardava no Green Room—área reservada para os líderes da competição que já se apresentaram—a dupla demorou para sequer comemorar o resultado, mais ainda diante das circunstâncias adversas em que se encontravam: foi apenas a terceira competição após um afastamento total de dez meses onde Chock se submeteu a uma complicada cirurgia de reconstrução de estruturas do tornozelo e esteve com a carreira ameaçada. Evan Bates, parceiro de dupla e namorado de Madison Chock definiu o trabalho das últimas semanas como "um furacão", falou sobre os esforços em voltar e na surpresa do resultado: "A quantidade de trabalho que foi feita na recuperação de Maddie e o trabalho que empregamos para causar uma impressão forte para nossa patinação e mostrar que fizemos mudanças foi simplesmente enorme. Tínhamos muitas medalhas, nenhuma de ouro. Se nos dissessem que iríamos ganhar a Copa dos Quatro Continentes quando tivemos que desistir do Grand Prix quatro meses atrás, acho que ficaríamos muito surpresos."

A prata ficou com a dupla canadense Kaitlyn Weaver e Andrew Poje, que somou 203.93 pontos e o bronze com Piper Gilles e Paul Poirier, também do Canadá, em sua volta a um pódio da Copa dos Quatro Continentes após cinco anos.

Todas as tabelas com resultados e súmulas detalhadas de julgamentos da Copa dos Quatro Continentes de 2019 estão disponíveis aqui, no site oficial de resultados do evento. 

Foto: Team USA/Getty


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes