Era Uma Vez... os XIX Jogos Olímpicos de Inverno: Salt Lake City 2002

Salt Lake City 2002

Período - 8 a 24/02/2002
Nações - 78
Atletas - 2399
Esportes -15
Eventos -78




Após perder para Nagano na disputa pela sede dos Jogos de 1998, Salt Lake City ganhou o direito de sediar a competição em 2002, ainda na primeira rodada de votações derrotando Ostersund (SWE) e Sion (SUI). Apesar do recente trauma do ataque as torres gêmeas de 11 de setembro, A organização caprichou nas instalações esportivas, que transformou aquela edição em uma das mais bem sucedidas da história, tanto durante quanto depois, com as instalações até hoje sendo utilizadas em competições e treinamentos.


Os Jogos viram a expansão do programa olímpico para 78 eventos e atletas de 18 Comitês Olímpicos Nacionais ganharam medalhas de ouro, incluindo o primeiro ouro para a China e Austrália, um recorde.

O Brasil enviou uma delegação recorde, até então: 10 atletas do país competiram nos Jogos Olímpicos de 2002. No Esqui Alpino, Nikolai Hentsch e Mirella Arnhold; No Esqui Cross-Country, Alexander Penna e Franziska Becskehazy; no Luge, Renato Mizoguchi e Ricardo Raschini; e a estrela da delegação: a equipe de bobsled, com quatro componentes: Eric Maleson, Edson Bindilatti, Cristiano Paes e Mateus Inocêncio - esse se tornaria o primeiro atleta brasileiro a competir nos Jogos de Inverno, quanto no de Verão (Atenas-2004).

No quadro de medalhas, a Noruega finalmente tomou a liderança no quadro de medalhas após anos batendo na trave. Saiu com 13 ouros, 5 pratas e 7 bronzes. Logo atrás, vieram Alemanha em 2° e Estados Unidos em 3° lugar.


FATOS:


- Na cerimônia de abertura, estiveram presentes duas bandeiras americanas presentes em tragédias: Uma estava em um dos prédios do World Trade Center e outra, que estava no ônibus espacial Challenger que explodiu pouco depois de decolar, em 1986.

- Uma polêmica rondou a final de pares da patinação artística: com uma apresentação sólida e sem erros, a dupla canadense Jamie Salé e David Pelletier era considerada a favorita ao ouro. O ouro, entretanto, acabou nas mãos dos russos Elena Berezhnaya e Anton Sikharulidze, o que gerou reclamações por parte dos canadenses e especialistas no esporte. Descobriu-se que a árbitra francesa Marie-Reine Le Gougne teria avaliado melhor a apresentação russa por pressão dos delegados russos, que em troca, dariam boas notas a uma dupla francesa na prova de dança no gelo. O COI não tirou a medalha de ouro de Elena e Anton, mas premiou os canadenses Jamie e David com as medalhas de ouro, contando-as no quadro de medalhas. A prova não teve medalhistas de prata.

- Mais um esporte "desaparecido" do programa olímpico retornava aos Jogos Olímpicos: o Skeleton, fora da competição desde St. Moritz, em 1948. O Bobsled feminino estreou nos jogos.

- Ao conquistar a medalha de prata no Luge, Georg Hackl da Alemanha tornou-se a primeira pessoa na história olímpica a ganhar uma medalha no mesmo evento individual cinco vezes seguidas.

- No bobsled feminino, Vonetta Flowers dos EUA tornou-se o primeira atleta negra a ganhar ouro em Jogos de inverno, enquanto o jogador de hóquei no gelo Jarome Iginla, do Canadá, seguiu como o primeiro atleta negro campeão olímpico de inverno

- Dois atletas conseguiram conquistar medalhas de ouro em todos os eventos que disputaram pela primeira vez na história dos Jogos. Ole Einar Bjorndalen, da Noruega, venceu as quatro provas possíveis no biatlo, enquanto Samppa Lajunen, da Finlândia, faturou nas três provas do combinado nórdico.

- O primeiro ouro da história da austrália em Jogos de inverno veio da forma mais insólita possível. Steven Bradbury estava em penúltimo na semifinal quando os três primeiros colocados caíram e ele foi para final. Na final, o improvável aconteceu de novo, com os quatro que estavam na frente caíram e Bradbury foi o ouro mais improvável nos últimos tempos.

-  Camarões, Hong Kong (China), Nepal, Tajiquistão e Tailândia participaram dos seus primeiros Jogos Olímpicos de Inverno.

- O jovem saltador suíço Simon Ammann saiu do anonimato para o estrelato em Salt Lake City. Isso porque o atleta de 18 anos nunca havia vencido etapas de Copa do Mundo e sequer campeonatos mundiais, e nos Jogos Olímpicos, a então zebra conquistou dois ouros olímpicos.

- A seleção de hóquei no gelo do Canadá foi ouro derrotando os Estados Unidos por 3 a 2, quebrando um jejum de 50 anos sem estar no alto do pódio.


Confira o quadro completo de medalhas, logo abaixo:
 Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze GoldSilverBronze medals.svg
1 Noruega Noruega 13 5 7 25
2 Alemanha Alemanha 12 16 8 36
3 Estados Unidos Estados Unidos 10 13 11 34
4 Canadá Canadá 7 3 7 17
5 Rússia Rússia 5 4 4 13
6 França França 4 5 2 11
7 Itália Itália 4 4 5 13
8 Finlândia Finlândia 4 2 1 7
9 Países Baixos Países Baixos 3 5 8
10 Áustria Áustria 3 4 10 17
11 Suíça Suíça 3 2 6 11
12 Croácia Croácia 3 1 4
13 China China 2 2 4 8
14 Coreia do Sul Coreia do Sul 2 2 4
15 Austrália Austrália 2 2
16 República Checa República Checa 1 2 3
17 Estônia Estônia 1 1 1 3
18 Grã-Bretanha Grã-Bretanha 1 1 2
19 Suécia Suécia 2 5 7
20 Bulgária Bulgária 1 2 3
21 Japão Japão 1 1 2
21 Polônia Polônia 1 1 2
23 Bielorrússia Bielorrússia 1 1
23 Eslovênia Eslovênia 1 1
TOTAL 80 76 78 234
 Fonte: Wikipédia



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes