Últimas Notícias

FIFA divulga indicadas a melhor jogadora do prêmio The Best

Montagem com fundo preto e branco com Beth, Alexia e Morgan uma ao lado da outra nesta ordem
As três finalistas (Foto: Divulgação/FIFA)


A FIFA (Federação Internacional de Futebol) divulgou hoje (10), as indicadas para o prêmio The Best, que irá premiar a melhor jogadora da temporada 2022. Estão concorrendo a inglesa Beth Mead, a espanhola Alexia Putellas e a estadunidense Alex Morgan.

Elas são as finalistas de uma lista que contava com 14 jogadoras, entre elas a brasileira Debinha. Ontem, foi divulgada a lista das treinadoras e Pia Sundhage está concorrendo como melhor técnica

Beth Mead é jogadora do Arsenal, onde fez 11 gols em 23 jogos na última temporada do Campoenato Inglês feminino. Mas o seu destaque maior foi na Eurocopa, onde foi líder do elenco campeão da competição, sendo a artilheira e ainda foi eleita a jogadora do torneio.

Alex Morgan se destacou na NWSL pelo San Diego Wave com 15 gols em 17 partidas e foi a autora do gol do título da CONCACAF W Championships em cima do Canadá. Assim como Mead, ela foi artilheira e eleita a melhor do torneio.

Alexia Putellas é a atual dona do Bola de Ouro, melhor da Europa e vencedora do The Best. Mesmo com a lesão de LCA que a tirou da Eurocopa. Capitã do Barcelona, ela teve papel decisivo na campanha do time no Campeonato Espanhol, onde elas venceram todos os 30 jogos e ainda foi a artilheira da Champions League, competição na qual o Barça foi vice-campeão.

O prêmio será dado no dia 27 de fevereiro, em cerimônia realizada em Paris.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar