Últimas Notícias

Brasil conquista dois bronzes no primeiro dia do Grand Slam de Tel Aviv

De quimono azul, Natasha Ferreira coloca a adversária de quimono branco, no chão, de barriga para cima
Natasha conquistou grande vitória contra a cabeça de chave número um do torneio (Foto: Tamara Kulumbegashvili/ IJF)

O Brasil saiu do primeiro dia (16) do Grand Slam de Tel Aviv de judô com duas medalhas de bronze, conquistadas por Natasha Ferreira (-48kg) e Larissa Pimenta (-52kg). Rafaela Silva também disputou a medalha, mas acabou perdendo no Golden Score.

Natasha é a número 52 do mundo e na estreia venceu a italiana Francesca Milani, número 4 do ranking e cabeça de chave numero um do torneio. Depois, ela eliminou Laura Abelenda (ESP) e perdeu para israelense Tamar Malca nas semifinal. Na luta pelo bronze, ela chegou a ter um waza-ari no golden score, mas o VAR retirou. No final, ela venceu a americana Maria Laborde com um ippon e levou a medalha.

A medalha coloca a atleta no radar da vaga para os Jogos de Paris-2024. Esse também é seu primeiro pódio em Grand Slam.

Larissa venceu a primeira luta, mas perdeu nas quartas de final para Odette Giufrida (ITA) e passou por Aleksndra Kaleta (POL) na repescagem. Na disputa pelo bronze, ela imobilizou Mascha Ballhaus (GER) e ficou com a  sua primeira medalha da temporada.

Rafa havia vencido Arleta Podolak (POL), Anastasiia Chyzhevska (UKR), Mina Liiber (BEL) e perdeu na semifinal para a canadense Jessica Klimkait. Na luta pelo bronze, Rafa acabou perdendo nsa punições para a israelense Timna Nelon - Levy.

Ainda no peso de Pimenta, Maria Taba perdeu para a Fabianne Kocher (SUI) na segunda luta e no peso de Rafa Silva, Jéssica Pereira perdeu nas oitavas de final para a número um do mundo, Crista Deguchi (CAN).

Na categoria 60kg masculino, Matheus Takkaki foi eliminado na segunda fase pelo espanhol Francisco Garrigos. No 67kg, Gabriel Genro perdeu para o atleta da casa, Baruch Shmailov

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar