Domínio chinês e recordes marcam a etapa de Villars da Copa do Mundo de Escalada Esportiva

© Lena Drapella/IFSC

Neste sábado (2), terminara as competições de Lead e Velocidade disputadas pela Copa do Mundo de Escalada Esportiva, em Villars, na Suíça. Com alguns recordes quebrados, o evento foi dominando pelos atletas chineses nas provas de velocidade.

Lead

A prova feminina do Lead foi conquistada pela atual campeã olímpica, a eslovena Janja Garnbret. A escaladora eslovena foi a única atleta que conseguiu alcançar o topo, tanto na semifinal, quanto na final, e garantiu a vitória em mais uma etapa de Copa do Mundo, com tranquilidade. As estadunidenses até chegaram perto, mas não conseguiram superar Janja, e ficaram com as medalhas de prata e bronze, respectivamente para, Brooke Raboutou e Natalia Grossman.

Na prova masculina, a vitória foi para o Japão, com Taisei Homma, ele foi o escalador a chegar mais perto do topo, e com isso levou a etapa. Tal como aconteceu no feminino, dois estadunidenses fecharam o pódio. Eles tiveram performances parecidas, ficando muito perto um do outro. Jesse Grupper levou a melhor, após ser o último atleta a competir na fase final, superando o seu compatriota, Colin Duffy, nos últimos movimentos.

Velocidade

A China teve o domínio na etapa de Villars. No feminino, o país conseguiu colocar três atletas na final, sendo que duas delas tiveram os melhores resultados durante todo o chaveamento final. Com direito, inclusive, a novo recorde asiático na semifinal, Lijuan Deng alcançou o topo em 6.82 segundos.

Claramente, a final foi decidida entre duas chinesas, Deng, e Di Niu. Na prova final, Deng, voltou a apresentar um ótimo tempo, terminando com 6.87 segundos, e venceu com tranquilidade a etapa. Uma vez que a sua compatriota cometeu falha na sua escalada, comprometendo o tempo final. Na small final, que decide a medalha de bronze, a disputa ficou entre a atleta da Indonésia, Desak Dewi, e a polonesa Anna Brozek. Melhor para a indonesiana, que chegou ao cronômetro antes da sua adversária.

Na competição masculina, o domínio da China foi ainda maior, com quatro atletas avançando até a fase final, e com três deles subindo ao pódio. Apenas os atletas da Indonésia conseguiram fazer frente aos chineses durante as fases eliminatórias da final, mas acabaram falhando nos momentos mais decisivos. A escalada final, entre os chineses, Jianguo Long e Peng Wu, foi a mais emocionante, com o vencedor, Long, superando o compatriota na disputa, por apenas um décimo de segundo.

Jinbao Long ficou com a medalha de bronze, após o seu adversário, Veddriq Leonardo, da Indonésia, errar o movimento e cair na disputa pela última medalha. Contudo, apesar da festa chinesa na Suíça, o grande destaque da etapa foi o indonésio, Kiromal Katibin, que durante a fase classificatória, conseguiu bater o recorde mundial da prova por duas vezes, se aproximando cada vez mais da marca abaixo dos 4 segundos. Confira abaixo ambos os momentos:

 

O Brasil contou com a participação da escaladora Mariana Correia, que terminou na 74° posição nas classificatórias do Lead. A próxima etapa da Copa do Mundo está marcada para a próxima semana, com disputas de Lead e Velocidade novamente, em Chamonix, na França.


Postar um comentário

To Top