Júlia Soares vence a final do solo na Copa do Mundo de Baku

Ginastas posam com suas medalhas no pódio. Júlia está no centro, segurando a medalha de ouro. Ela veste o agasalho amarelo da CBG. No lado esquerdo da foto, a atleta da Hungria de casaco branco com detalhes em vermelhos. No outro lado a uzbeque de casaco cinza escuro

O ginástica artística do Brasil conquistou sua primeira medalha internacional do ciclo olímpico de Paris 2024, neste domingo (3). Júlia Soares levou o ouro na etapa de Baku da Copa do Mundo por aparelhos, após vencer a disputa no solo feminino.

A ginasta do clube Cegin, foi a melhor na final do solo, onde conseguiu uma nota 13.433. Júlia apresentou como passadas: um duplo twist grupado, um tsukahara grupado, um duplo mortal grupado e um duplo mortal carpado, tudo isso ao som da trilha sonora do filme "Aladdin". A brasileira terminou com quase três décimos de vantagem para a húngara Dorina Boeczoego que levou a medalha de prata (13.166). Dildora Aripova do Uzbequistão completou o pódio (12.866). 



Esta é a última da série de quatro etapas da Copa do Mundo que servem como um dos métodos para classificar atletas para o Mundial de Ginástica Artística de 2022. Boeczoego ficou com o título geral do solo, com o seu desempenho nas etapas que participou.

Na outra final feminina do dia, a alemã Sarah Voss ficou com o ouro na trave, com 13.733 pontos. Voss fez uma apresentação segura, sem muitos erros, sendo a única ginasta na final a receber uma nota de execução acima de 8 pontos (8.133). A ucraniana Daniela Batrona ficou em terceiro lugar (12.900), garantindo o título geral da Copa do Mundo no aparelho.

No masculino, Cazaquistão, Ucrânia e Grã-Bretanha ganharam as finais deste domingo. No cavalo com alças, o cazaque Nariman Kurbanov venceu com 14.633. O ucraniano Nazar Cherpunyi ficou com o ouro no solo com média 15.016 e o britânico Joe Fraser terminou na primeira colocação na barra fixa com 14.000.

Kurbanov conseguiu o título geral da Copa do Mundo no cavalo, tendo vencido também na etapa de Doha. O israelense Alexander Myakinin, com um ouro e dois bronzes na temporada, terminou em primeiro lugar no ranking da barra fixa. Já o armênio Artur Davtyan ficou com o título no salto, tendo vencido as outras três etapas da série da Copa do Mundo

Pódios - Copa do Mundo Baku 2022 - Dia 2


Cavalo com alças
1. Nariman Kurbanov (KAZ) 14.633
2. Matvei Petrov (ALB) 14.466
3. Cyrill Tommasone (FRA) 14.333

Trave
1. Sarah Voss (GER) 13.733
2. Lorette Charpy (FRA) 12.966
3. Daniela Batrona (UKR) 12.900

Salto sobre a mesa masculino
1. Nazar Cherpunyi (UKR) 15.016
2. Andrey Medvedev (ISR) 14.500
3. Artem Dolgopoyat (ISR) 14.450

Solo feminino
1. Júlia Soares (BRA) 13.433
2. Dorina Boeczoego (HUN) 13.166
3. Dildora Aripova (UZB) 12.866

Barra fixa
1. Joe Fraser (GBR) 14.000
2. Mitchell Morgans (AUS) 13.966
3. Ilia Kovtun (UKR) 13.866

Foto de capa: Divulgação/Azeri Gymnastics Federation

Postar um comentário

To Top