Países Baixos anuncia que não enviará diplomatas para Pequim-2022



O governo dos Países Baixos anunciou nesta sexta (14), que não irá enviar representação diplomática para os Jogos de Inverno Pequim-2022, devido ás restrições em decorrência da Covid-19. 


A atitude não tem relação ao boicote diplomático liderado pelos Estados Unidos e feito também por Austrália, Reino Unido, Canadá e Japão


Em declaração a agência de notícia Reuters, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores neerlandês, Frits Kemprerman, explicou que com as severas restrições feitas pela China para evitar um surto de Covid durante os Jogos, fica complicada a realização de encontros bilaterais.


O boicote dos outros países tem como uma das razões, as denúncias de crimes contra os direitos humanos cometidos pelo governo chinês contra a minoria étnica Uigur. Sobre isso, Kemprerman falou que essa situação poderia ser discutida justamente em um destes encontros que não irão ocorrer.


A China nega as acusações e fala que alguns países estão fazendo uso político dos Jogos, reclamando de desrespeito aos valores olímpicos. 


Nesta semana, o governo neerlandês recomendou a sua delegação que eles não levem seus próprios dispositivos eletrônicos a fim de evitar uma possível ação de espionagem chinesa. 


Foto: Fabrizio Bensch/ Reuters

Postar um comentário

To Top