Daniil Medvedev impede "Calendar Grand Slam" de Novak Djokovic e conquista o título do US Open 2021 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Daniil Medvedev impede "Calendar Grand Slam" de Novak Djokovic e conquista o título do US Open 2021

Compartilhe
Medvedev corre com a raquete na mão, para bater bola com o backhand

Pela primeira vez desde 2005, um tenista russo conquista um título de Grand Slam na chave masculina de simples. Neste domingo (12), Daniil Medvedev (2º) venceu o sérvio Novak Djokovic (1º), por 3 sets a 0, com parciais de 6-4, 6-4 e 6-4, em 2h15. O triunfo na decisão do US Open 2021, coloca Medvedev no hall dos campeões de Major. De quebra, ele impediu que Djokovic completasse o “Calendar Grand Slam”.

O último título de Major na chave masculina de simples, conquistado por um tenista russo antes desse domingo, havia sido o Australian Open de 2005, quando Marat Safin bateu o tenista da casa Lleyton Hewitt de virada, por 3 sets a 1, após ter ficado com o vice-campeonato no ano anterior.

Esse foi também o primeiro título de Grand Slam (chave de simples) da Rússia, desde o triunfo de Maria Sharapova, em Roland Garros 2014.

Resumo do jogo

Medvedev começou a partida de forma muito sólida, fazendo boas devoluções e vencendo trocas longas, o que surpreendeu Djokovic, que não conseguiu colocar um ritmo confortável nos golpes. Com uma quebra do primeiro game, o russo rapidamente abriu 2-0.

Aparentando estar mais tenso, Djokovic cometeu muitos erros não-forçados (oito até então), além de uma dupla-falta, e precisou encarar mais break points. O sérvio elevou o nível, fechou a porta para Medvedev com dois belos aces e um forte smash, e venceu seu primeiro game no jogo.

A partir do quarto game, os dois tenistas equilibraram o jogo, dominando seus respectivos serviços, sem ceder brechas ao adversário. Desta forma, Medvedev fechou tranquilamente o primeiro set por 6-4, com três aces no décimo game.

No início do segundo set, foi a vez de Medvedev cometer diversos erros. Ele enfrentou três break points de uma vez, mas salvou todos, para vencer seu game de serviço. No game seguinte, o russo alcançou uma oportunidade de quebra, após um golpe de forehand fulminante. Mas Djokovic também se salvou e o jogo permaneceu parelho.

Já no quinto game, após ter quebrado a raquete, Djokovic baixou o nível de jogo. Medvedev foi melhor nas devoluções e trocas de golpes, alcançando a quebra de serviço, para fazer 3-2 no placar.

Dominante na partida, Medvedev venceu o segundo set por 6-4, mas sofreu no décimo game. No último ponto, o russo fez uma deixadinha que saiu mais alta do que o devido. Djokovic chegou facilmente na bola, mas jogou para fora, dando números finais à parcial.

No princípio do terceiro set, Djokovic continuou em baixa e Medvedev tirou proveito disso, quebrando mais uma vez o saque do sérvio na partida. Na sequência, o russo seguiu pressionando o sérvio, conquistou outra quebra de serviço e abriu 4-0 no marcador, após vencer mais um game de saque.

Sacando para o título no nono game, Medvedev encontrou dificuldades. Sacou bem em duas oportunidades e teve um 30-30. Mas o russo ainda assim chegou ao match point, porém, cometeu uma dupla-falta, após muito barulho da torcida, que atrasou seu serviço. Em seguida, Medvedev fez outra dupla-falta e teve seu saque quebrado pela primeira vez no jogo, o que levantou a torcida na quadra Arthur Ashe. 

Na virada para o décimo game, Djokovic começou a chorar e voltou para a quadra ainda se recuperando. Medvedev começou com dois pontos, mas jogou para fora na terceira bola. Com um belo forehand na paralela, o russo chegou ao duplo match point. No primeiro, ele cometeu outra dupla-falta. Mas no segundo, aplicou belo saque, para sagrar-se campeão do US Open.  

Foto: Darren Carroll/USTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário