Liga das Nações masculina: confira os líderes nas estatísticas por fundamento - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Liga das Nações masculina: confira os líderes nas estatísticas por fundamento

Compartilhe

Enquanto as equipes femininas disputam a final da Liga das Nações nesta sexta-feira (25), as seleções masculinas descansam e se preparam para as semifinais, que ocorrem no sábado. Em uma longa fase de classificação, alguns atletas conseguiram ajudar suas equipes com performances extraordinárias no decorrer das 15 rodadas e merecem destaque por seus desempenhos.

Por isso, é hora de conhecer quais atletas brilharam em cada um dos fundamentos. Vale ressaltar que, neste ano, as estatísticas oficiais da Liga das Nações não ranqueiam os melhores atacantes, levantadores, defensores e passadores pelo aproveitamento, mas, sim, pelo número de ações concluídas com sucesso. Vamos às listas!

Top 5 de maiores pontuadores


Se, no feminino, a belga Britt Herbots dominou completamente a tabela de pontuadoras, no masculino, esse papel ficou a cargo do neerlandês Nimir Abdel-Aziz. Na primeira participação dos Países Baixos na VNL, substituindo a desistente China, Abdel-Aziz foi o principal definidor da competição, com 264 pontos no total. Foram 218 acertos no ataque, 36 aces e mais 10 pontos no bloqueio.

Abdel-Aziz foi o maior pontuador da VNL 2021 (Foto: Reprodução/FIVB)

Com esses números, Abdel-Aziz lideraria essa estatística mesmo considerando somente seus pontos de ataque, já que segundo maior pontuador da competição - o esloveno Klemen Cebulj - terminou a fase inicial com 215 pontos no total. O russo Maxim Mikhaylov foi o único outro atleta a ultrapassar a marca de 200 pontos, com 201 acertos. Marko Ivovic (190), da Sérvia, e Alessandro Michieletto (181), da Itália, fecham o top 5.



Com a constante rodagem do elenco ao longo da competição, o Brasil não tem nenhum jogador entre os 15 maiores pontuadores. O melhor do país é o ponteiro Lucarelli, 18º lugar com 138 acertos. Wallace aparece em 22º, com 134 pontos.

Top 5 de melhores atacantes


Com impressionantes 408 bolas recebidas, Abdel-Aziz lidera as estatísticas de ataque com 218 pontos (aproveitamento de 53,4%). O restante do Top-5 é praticamente igual ao dos líderes na pontuação geral. A exceção é pela presença do iraniano Saber Kazemi na quinta posição, empatado com Michieletto com 152 pontos. Pelo Brasil, Wallace é o 18º, com 121 acertos e 58,1% de aproveitamento.



Top 5 de melhores sacadores

Abdel-Aziz também é o líder em pontos de saque, com 36 aces na competição. Porém, a grande performance nesse fundamento em um jogo da Liga, sem dúvidas, foi do ponteiro cubano naturalizado polonês Wilfredo León. Ele vem em segundo lugar na lista, com 29 aces. Desses pontos, incríveis 13 foram marcados apenas na vitória polonesa sobre a Sérvia por 3 sets a 1, um recorde absoluto da Liga das Nações. No mesmo jogo, ele também bateu o recorde de saque mais rápido da história do torneio, com um petardo de 135,6km/h.

León quebrou o recorde de aces em uma mesma partida de VNL (Foto: Reprodução/FIVB)


Fecham o top 5 os sérvios Marko Ivovic (20) e Drazen Luburic (19), além do alemão Ruben Schott, que anotou 18 aces. O melhor brasileiro, novamente, é Lucarelli, que marcou 15 pontos de saque na competição. Isac, Leal e Douglas Souza marcaram 10 aces cada.



Top 5 de melhores bloqueadores


A Sérvia domina a lista dos melhores jogadores no bloqueio. Dono de 44 "tocos", o central Marko Podrascanin lidera com folga a lista, seguido pelo compatriota Petar Krsmanovic, com 32 pontos nesse fundamento. Mousavi, do Irã, Krick, da Alemanha, e Volvich, da Rússia, completam o top 5.

O Brasil teve o bloqueio como fundamento menos eficiente nesta fase classificatória. O central Isac aparece como melhor nome da seleção, com 21 acertos nesse fundamento.




Top 5 melhores levantadores


É no levantamento que figura o melhor brasileiro nas estatísticas. Bruninho aparece como 7º melhor de sua posição, com 242 levantamentos considerados ótimos em 757 tentativas. O líder é Gregor Ropret, da surpreendente Eslovênia, com 375 ações bem-sucedidas. Jovovic (Sérvia), Zimmermann (Alemanha), De Cecco (Argentina) e Christenson (EUA) completam o top 5.


Top 5 melhores defensores


Apesar de ter disputado a VNL com o time reserva, a Itália tem um líder nas estatísticas para chamar de seu. O líbero Fabio Balaso domina o ranking de melhores defensores, com 161 defesas completas. O número é 20 unidades maior que a do líbero alemão Julian Zenger. Outros nomes de destaque são o esloveno Kovacic, o australiano Perry e o francês Grebennikov.

Pelo Brasil, Thales aparece como 13º melhor defensor, com 87 defesas bem-sucedidas. O segundo melhor do país é o levantador Bruninho, com 67 acertos nesse fundamento.


Top 5 melhores passadores


Por fim, chegamos à lista dos melhores jogadores na recepção do saque adversário. Curiosamente, é um ponteiro quem lidera essa estatística, e não um líbero, como é de praxe. O sérvio Marko Ivovic conseguiu 123 recepções perfeitas em 307 tentativas, com um aproveitamento de quase 41%. Único atleta entre os melhores passadores e defensores ao mesmo tempo, o alemão Zenger vem em segundo, com 121 acertos.

Ivovic foi o jogador com mais recepções certas no campeonato até aqui (Foto: Reprodução/FIVB)

Outro alemão, Ruben Schott, é o terceiro colocado. Fecham o top 5 Ebadipour, do Irã, e Cebulj, da Eslovênia. O melhor brasileiro é Thales, com 92 acertos em 209 tentativas (44%). Lucarelli é o melhor entre os ponteiros, com 58 recepções perfeitas em 188 tentativas (30,8%).



Líder da fase classificatória, o Brasil enfrenta a França neste sábado (26), a partir das 06h30, pela semifinal da competição. O outro confronto terá Polônia e Eslovênia, às 10h. A final está marcada para domingo, também às 10h.

Fotos: Reprodução/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário