Jorge Zarif tem problemas no último dia e termina Mundial da Finn na 32ª colocação - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Jorge Zarif tem problemas no último dia e termina Mundial da Finn na 32ª colocação

Compartilhe


O Campeonato Mundial da classe Finn, da vela, foi encerrado nesta quarta-feira (12), em Porto, Portugal. O brasileiro Jorge Zarif terminou a competição na 32ª colocação após não finalizar as três regatas disputadas no último dia, enquanto Pedro Ludovici foi o 49º. O campeão foi o neozelandês Andy Maloney


Apenas nove provas foram realizadas em todo o evento, que não teve regata da medalha. As disputas precisaram ser canceladas em três dias por conta das más condições climáticas e isto pode ter prejudicado Zarif. Campeão mundial em 2013, ele teve um primeiro dia ruim, mas conseguiu se recuperar na terça-feira e chegou a vencer uma regata, figurando entre no top-15.


Antes das disputas desta quarta, ele ainda tinha chances de pódio e até começou bem, chegando a liderar a primeira regata do dia no início. No entanto, por conta de problemas, precisou abandonar a corrida logo em seguida, e foi jogado para a última colocação. Já sem chances de medalha, ele nem participou das provas seguintes e acumulou três "53 pontos", despencando na classificação.


Zarif encerrou a competição com um total de 212 pontos perdidos, na 32ª colocação. Outro brasileiro, Pedro Lodovici também não completou as três regatas do dia e acabou na 49ª posição, com 385 pontos perdidos. Diferente de Zarif, porém, Pedro sempre esteve entre os últimos colocados e teve como melhor desempenho um 43ª lugar no primeiro dia.


O vencedor foi Andy Maloney, que não venceu nenhuma regata, mas se manteve regular em todas e terminou com 44 pontos perdidos. O segundo colocado foi o espanhol Joan Cardona, com 51 pontos. Além da prata, carimbou seu passaporte para os Jogos Olímpicos de Tóquio, já que a competição serviu de pré-olímpico para a Europa. Josh Junior, também da Nova Zelândia, fechou o pódio, com 54.


Foto de capa: Robert Deaves

Nenhum comentário:

Postar um comentário