Além do Brasil, EUA, Rússia e Polônia também vencem na 1ª rodada da VNL masculina; veja destaques - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Além do Brasil, EUA, Rússia e Polônia também vencem na 1ª rodada da VNL masculina; veja destaques

Compartilhe


A primeira rodada da Liga das Nações de Vôlei Masculino (VNL) agitou as quadras da bolha de Rimini, na Itália, nesta sexta-feira (28). Além da vitória do Brasil sobre a Argentina, que encerrou o dia de competições (leia mais sobre a partida clicando aqui), outras potências também estrearam no campeonato ganhando seus jogos.

É o caso dos Estados Unidos, que serão os adversários da seleção brasileira neste sábado (29), às 16h. Atual vice-campeã do torneio, a equipe norte-americana enfrentou seu rival continental, o Canadá, e venceu sem sustos: 3 sets a 0, com parciais de 25-17, 26-24 e 25-20. O ponteiro Torey DeFalco foi o maior pontuador do jogo, com 15 pontos anotados.

Já a Rússia, bicampeã da competição, não teve tarefa fácil contra os Países Baixos, que disputam sua primeira edição de Liga das Nações em substituição à desistente China. Sob a batuta de Nimir Abdel-Aziz, que marcou incríveis 29 pontos, os neerlandeses fizeram jogo duro e conseguiram vencer o terceiro set. Porém, não foram páreos para o time liderado por Maxim Mikhaylov, que anotou 24 pontos e ajudou sua equipe a vencer por 3 sets a 1 (25-19, 25-22, 18-25 e 25-20).

Abdel-Aziz foi o destaque neerlandês na estreia do país na Liga das Nações (Foto: Reprodução/FIVB)


Outra favorita a estrear com vitória foi a atual bicampeã mundial Polônia. Mesmo poupando alguns titulares, como o ponteiro Wilfredo Léon, a seleção polonesa venceu com facilidade a Itália, que está com um time alternativo nesta Liga das Nações. O placar foi de 3 sets a 0, com parciais de 25-19, 25-20 e 25-18.

França, Sérvia, Alemanha e Japão também estreiam com vitória


Na abertura da rodada, a França escalou um time reserva, sem algumas peças importantes, como o levantador Toniutti e o oposto Boyer. Mesmo assim, os "Bleus" bateram a Bulgária de Tsvetan Sokolov por 3 sets a 0, com parciais de 27-25, 25-21 e 25-23. Sokolov foi o maior pontuador do jogo, com 19 pontos.

Já a Sérvia contou com uma atuação inspirada do oposto Drazen Luburic para vencer a outra estreante na Liga das Nações, a Eslovênia. Luburic anotou 29 pontos e, ao lado de Abdel-Aziz, foi o maior pontuador da primeira rodada. Sua seleção ainda saiu atrás do placar, mas conseguiu a virada com direito a vitória por 36 a 34 no terceiro set. O placar final foi de 3 a 1, com parciais de 22-25, 25-18, 36-34 e 25-18.

Luburic foi um dos destaques da rodada inicial da VNL (Foto: Reprodução/FIVB)

Outras duas partidas completaram a primeira rodada. A Alemanha venceu a Austrália por 3 sets a 0, com boas atuações de Fromm e Weber. Por fim, o Japão mostrou sua força no ano olímpico e venceu a seleção do Irã pelo mesmo placar. Ishikawa liderou os nipônicos com 18 pontos.

Foto de capa: Reprodução/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário