Seleção Brasileira de Tênis de Mesa realiza semana de preparação para os Jogos Paralímpicos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Seleção Brasileira de Tênis de Mesa realiza semana de preparação para os Jogos Paralímpicos

Compartilhe




A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) iniciou na última segunda-feira (22), no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo (SP), a I Semana de Treinamentos Preparatórios para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Esta ação, que acontecerá em mais oportunidades antes da Paralimpíada, reúne os atletas que já estão classificados ou que tenham chances de classificação para o torneio.


Em 2020, os paralímpicos chegaram a realizar este período de treinamentos, também em fevereiro. Com a pandemia, o planejamento foi interrompido. Aquela foi a última vez que o grupo se reuniu. Após a declaração de pandemia, apenas alguns atletas treinaram no espaço a partir de julho, em ambiente controlado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), com rigorosos protocolos de segurança.


Para este período de treinamentos foram convocados Bruna Alexandre (F10), Cátia Oliveira (F2), Danielle Rauen (F9), Joyce Oliveira (F4), Carlos Carbinatti (M10), Israel Stroh (M7), Luiz Filipe Manara (M8), Paulo Salmin (M7) e Welder Knaf (M3), todos já com classificações asseguradas, além de Marliane Santos (F3), Claudio Massad (M10), Guilherme Costa (M2), Lucas Carvalho (M9) e Jennyfer Parinos (F9), com possibilidades de classificação.


Além destes, o atleta Fábio Silva (M3) estará no grupo, para ajudar na preparação e ganhar maior vivência com a Seleção para competições futuras. Thiago Pradella, atleta olímpico do Santo André/ADSA, atuará como sparing. A equipe contará também com o auxílio dos técnicos Paulo Molitor, Raphael Moreira e Andrews Martins, dos técnicos convidados Alexandre Ghizi e Celso Toshimi, do preparador físico Felipe Alves, e os assistentes de staff Luciano Possamai e Tayná Campos.


Paulo Molitor, técnico principal da Seleção Brasileira paralímpica, se mostra muito satisfeito com a oportunidade: “A expectativa é a melhor possível. Na situação que o mundo vive atualmente com a pandemia, conseguir reunir os atletas classificados para Tóquio e os que ainda buscam a vaga, num só local, por uma semana, é de suma importância. Com isso podemos trabalhar diversas formas de atividades. Vamos observar os atletas que não treinam no CT e buscar ajustes para que eles possam continuar o treinamento em suas cidades e continuarem o desenvolvimento deles. Vamos fazer rodízio entre eles, buscar jogadas diferentes e colocá-los para jogar bastante, pois estão sem competições há muito tempo”.


Os atletas treinarão em tempo integral entre segunda e sexta-feira, com atividades técnicas e físicas intercaladas. Para este período, a exemplo do que já acontece normalmente com os atletas que treinam no Centro Paralímpico, todos estão obedecendo ao protocolo estabelecido pelo CPB.


Foto: CPB/Alê Cabral

Nenhum comentário:

Postar um comentário