Após quatro dias internado por parada cardiorrespiratória, morre goleiro da seleção de handebol masculino de Portugal - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Após quatro dias internado por parada cardiorrespiratória, morre goleiro da seleção de handebol masculino de Portugal

Compartilhe

Alfredo Quintana representando o handebol do FC Porto


Faleceu nesta sexta-feira (26), em Porto (POR) o goleiro de handebol Alfredo Quintana, da seleção portuguesa masculina e do FC Porto. A confirmação foi feita pela equipe do norte de Portugal nas redes sociais.

Natural de Havana (CUB), Quintana chegou na Europa em 2011, após o bom desempenho no Campeonato Pan-americano de 2010, no Chile, e ter defendido a seleção cubana no Mundial de 2009, na Croácia.

Defendendo o Porto, o jogador, de 32 anos, venceu seis campeonatos nacionais, uma taça de Portugal e duas Supertaças, além de ter contribuído para as campanhas europeias das temporadas mais recentes.

 

 

Nos últimos sete anos, depois de se naturalizar português, o goleiro também integrou a seleção nacional portuguesa e foi destaque no Europeu de 2020 e no Mundial de 2021.

Quintana sofreu uma parada cardiorrespiratória durante um treino da equipe, na última segunda-feira (22). De acordo com a imprensa local, o coração e os pulmões do jogador ficaram 45 minutos sem funcionar, até que o atleta chegasse à Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de São João e ser ligado ao ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorporal).

No Mundial realizado no Egito em janeiro deste ano, o jogador ajudou a equipe portuguesa a terminar em 10ª lugar, a melhor colocação da história do país na competição.

Foto: Divulgação/IHF

Nenhum comentário:

Postar um comentário