Capitã da seleção feminina de hóquei no gelo dos EUA anuncia aposentadoria - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Capitã da seleção feminina de hóquei no gelo dos EUA anuncia aposentadoria

Compartilhe


Capitã da seleção estadunidense de hóquei no gelo, Meghan Duggan anunciou sua aposentadoria. Em 14 anos de seleção nacional, a agora ex-atleta conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno PyeongChang 2018, com o time dos Estados Unidos. 

"Embora ser atleta sempre fará parte da minha identidade, estou pronta para o próximo capítulo. Sei que é a decisão certa para mim, mas ao mesmo tempo, ainda é muito emocionante", disse em entrevista à ESPN estadunidense. 

Com o uniforme dos Estados Unidos, Duggan disputou 137 partidas, marcando 40 gols e 35 assistências. Aos 33 anos, ela encerra sua carreira após sete títulos do Campeonato Mundial de Hóquei no Gelo feminino, além de ter disputado outras duas Olimpíadas de inverno. 

Duggan revelou que o título olímpico foi um de seus grandes momentos defendendo o time dos EUA. 

"Foi especialmente gratificante após nossa derrota na prorrogação para o Canadá nas Olimpíadas de Sochi quatro anos antes. Foi uma alegria eufórica ganhar o ouro olímpico em PyeongChang 2018". 

No entanto, ela considera que sua maior vitória na carreira ocorreu dentro de uma sala de reuniões lutando por igualdade dentro de sua modalidade e não no ringue de gelo. 

"Um dos maiores momentos da minha carreira no hóquei veio em uma sala de reuniões. Era março de 2017 e, nos 15 meses anteriores, minhas companheiras de equipe e eu negociamos com o USA Hockey (entidade que regulamenta o hóquei no gelo nos EUA) por um apoio e tratamento equitativos para meninas e mulheres no programa esportivo". 

Selecionada por um dos advogados do time para falar em nome do grupo durante as negociações, Duggan declarou: "Não viemos tão longe para apenas chegar até aqui. Isso é muito importante para nós e não vamos desistir agora". 

"Tínhamos que ficar juntas, confiar em nossa coragem e ter certeza de que era a coisa certa a fazer", lembra Duggan na entrevista. 

Com isso, um acordo histórico foi alcançado com o USA Hockey, e as jogadoras de hóquei tiveram um aumento de arrecadação de fundos em programas para jovens e participação em viagens e seguro para jogadoras. 

Agora a meta de Duggan é tornar-se a primeira General Manager (gerente de equipe) na National Hockey League (NHL). 

Foto: Mark Humphrey

Nenhum comentário:

Postar um comentário