Mesa-tenistas fazem novas avaliações no Laboratório do COB





Três atletas do Programa de Desenvolvimento de Talentos da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) iniciaram, na quarta-feira (25), uma nova bateria de exames no Laboratório do Comitê Olímpico do Brasil (COB), no parque Olímpico da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Giulia Takahashi, Laura Watanabe e Leonardo Iizuka estão na cidade, acompanhados do técnico Hideo Yamamoto, e farão diversas avaliações importantes para orientação do trabalho nas mesas. 


Eles chegaram ao Rio no início da semana e se submeteram a testes para detecção de Covid-19. Somente após os resultados, poderão iniciar a bateria de exames no Parque Olímpico. Giulia e Laura já haviam feito avaliações no laboratório em 2019, enquanto Iizuka passa pelo procedimento pela primeira vez. 


Segundo o coordenador técnico de seleções olímpicas da CBTM, Lincon Yasuda, estes novos exames servirão como parâmetro para os treinamentos das duas meninas. 


“Vamos repetir os mesmos testes, com o intuito de comparar os resultados. Na parte de avaliação técnica, vamos coletar novos dados, o que possibilitará comparar os resultados dos atletas entre si e, assim, estabelecer parâmetros que devam ser atingidos”, diz Yasuda, que acredita na importância destes resultados para a sequência da carreira delas. 


“É importante que, desde cedo, os atletas tenham atenção a todos os aspectos multidisciplinares envolvidos, que são tão importantes quanto o trabalho na mesa. Essa avaliação vai ajudá-los a perceber a evolução ou a necessidade de se trabalhar com especificidade uma determinada área”, detalha o coordenador. 


No caso de Iizuka, de apenas 14 anos, ele inicia o processo já feito com Giulia e Laura na temporada passada: “Ele vai fazer as mesmas avaliações, coletar os primeiros dados como atleta, diagnosticar eventuais fragilidades e passar esse feedback à sua equipe de trabalho no clube. Nosso planejamento é iniciar, com essa ação, o seu processo de desenvolvimento, com um acompanhamento mais próximo a partir de 2021”, explicou Yasuda.


Foto: Divulgação

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem