Coluna Gran Willy: A primeira partida nível ATP e WTA dos tenistas que lideraram o ranking mundial por mais tempo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Coluna Gran Willy: A primeira partida nível ATP e WTA dos tenistas que lideraram o ranking mundial por mais tempo

Compartilhe

Muita gente gosta de comentar sobre os grandes jogos de tênis que assistiu, as finais de Grand Slam que levaram horas para terminar, aquele jogo de Copa Davis (hoje Copa Piqué), que foi simplesmente insano. Gastam horas, principalmente na internet, debatendo qual o melhor jogo de tênis da história. 

Mas o que poucos lembram é da primeira partida de chave principal a nível ATP ou WTA, de seu ou sua tenista favorita. Afinal, quem vai lembrar disso? 

Pois é, na coluna Gran Willy dessa semana, resolvi buscar essa informação. Como será que foi o desempenho de Roger Federer em seu primeiro jogo? E Serena Williams?  

O critério para saber quem poderia integrar a lista é simples. Selecionei três homens e três mulheres que lideraram por mais tempo o ranking mundial de tênis em simples. Então, bora conferir?

Roger Federer (1º por 310 semanas): Dono de 20 títulos de Grand Slam, muito se sabe sobre a falta de apresso que o tenista suíço vem tendo nos últimos anos com torneios disputados no saibro. 

Eles causam muito desgaste e nunca renderam-lhe tantos títulos como em outros tipos de piso, por exemplo. Ainda assim, ele tem 11 títulos e 15 finais na superfície, tendo vencido Roland Garros em 2009. 

Mas o que talvez poucos se lembrem, é que a estreia de Roger Federer em chave principal de ATP ocorreu justamente na terra batida, durante o torneio de Gstaad, disputado em seu país natal. 

Ele enfrentou o argentino Lucas Arnold Ker, na época número 88 do mundo e perdeu por duplo 6-4, no torneio disputado em julho 1998, enquanto este que vos escreve completava seus primeiros meses de vida. 

A primeira vitória de Federer num ATP foi diante o francês Guillaume Raoux (45º), em Toulouse, na França, naquele mesmo ano.


Steffi Graf (1ª por 377 semanas): Provavelmente uma das atletas com o melhor aproveitamento em partidas de tênis em toda a história, com 900 vitórias em 1015 jogos. 

Assim como Federer, a tenista alemã realizou sua estreia como profissional em nível WTA durante um torneio disputado no saibro, no país natal. 

Steffi Graf perdeu para a estadunidense Tracy Austin, por 6-4 e 6-0 na primeira rodada do WTA Premier de Stuttgart, na Alemanha, em outubro 1982. Quem diria que cinco anos depois, ela estaria levantando o troféu de Roland Garros. 

Já a primeira vitória de Graf em um grande torneio veio exatamente no Major parisiense, contra Carina Kalrson, da Suécia, em 1983.

Pete Sampras (1º por 286 semanas): Considerado por muitos ainda o melhor tenista da história, o ex-recordista de títulos de Grand Slam (14), disputou seu primeiro torneio ATP na Philadelphia, em 1988, no carpete. 

Seu primeiro desafio foi diante o compatriota Sammy Glammalva Jr, número 105 na época. Pete Sampras repetiu nossos personagens anteriores e perdeu na estreia por 6-4 e 6-3. 

Porém, a vitória não demorou para ser alcançada. No campeonato seguinte, hoje conhecido como Masters 1000 de Indian Wells, Sampras derrotou o indiano Ramesh Krishnan, 37º no ranking mundial naquele momento, por 6-3, 3-6 e 7-6.


Martina Navratilova (1ª por 332 semanas): Dona de 59 troféus de Grand Slam, sendo 18 em simples, 31 em duplas e 10 em duplas mistas, a tenista estadunidense nascida na República Tcheca, começou a jogar em 1973, poucos meses antes da Associação de Tênis Feminino (WTA) ser fundada. 

Então no início ela disputou vários torneios da Federação Internacional de Tênis (ITF). Sua primeira partida ocorreu em Hallandale Beach, contra a francesa Gail Chanfreau-Sherriff. Navratilova conquistou a vitória por parciais de 7-5 e 7-6. 

Antes de seu primeiro torneio na entidade que comanda o tênis feminino, ela disputou Roland Garros, parando nas quartas de final. 

Até que em junho daquele ano, Navratilova jogaria naquele que é conhecido hoje como WTA Premier 5 de Roma, na Itália, conquistando uma vitória diante a sueca Mimi Wikstedt por duplo 6-2, no torneio disputado no saibro. 

Novak Djokovic (1º por 282 semanas): Atual número 1 do mundo, o tenista sérvio tem 17 títulos de Grand Slam e tem potencial para obter mais conquistas. Porém poucos devem se lembrar de sua estreia em torneios da ATP. 

Este é mais um caso de um tenista que estreou num torneio disputado no saibro. Na ocasião, Novak Djokovic enfrentou o italiano Filippo Volandri (muito conhecido pelo público que acompanhava o finado Brasil Open), perdendo em parciais de 7-6 e 6-1 durante o ATP de Umag, na Croácia. 

No mesmo ano, Djokovic conquistou sua primeira vitória em ATPs, quando derrotou o francês Arnaud Clement em Bucareste. 

Serena Williams (1ª por 319 semanas): Atualmente a nona melhor tenista do ranking mundial, a tenista estadunidense é dona de 23 títulos de Grand Slam em simples, 14 em duplas e dois em duplas mistas, algo muito raro no tênis neste século. Além disso, ela conquistou quatro ouros olímpicos, sendo três em duplas, ao lado da irma Venus, e um em simples. 

Mas sua primeira partida não foi fácil. Disputando o WTA International de Quebec, no Canadá, Serena  enfrentou a compatriota Annie Miller, 149ª na época, e perdeu por duplo 6-1, no torneio jogado em quadras de carpete, em 1995. 

A primeira vitória em nível WTA ocorreu em 1998, no Premier de Sydney, quando Serena derrotou a croata Mirjana Lucic-Baroni de virada. Neste torneio a estadunidense pararia apenas na semifinal. 

Fotos: AFP/Tennis Austrália/AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário