Eduard Soghomonyan garante luta greco-romana brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Eduard Soghomonyan garante luta greco-romana brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Compartilhe

A luta greco-romana brasileira estará presente nos Jogos Olímpicos de Tóquio! Nesta sexta-feira, 13, Eduard Soghomonyan garantiu participação em sua segunda Olimpíada após chegar na final da categoria até 130kg no Pré-Olímpico Pan-Americano de Wrestling, realizado em Ottawa, no Canadá.

O armênio naturalizado brasileiro precisou vencer apenas duas lutas para conseguir a vaga. Na estreia, passou pelo mexicano Luis Alberto Román com muita tranquilidade: 9 a 0. No confronto decisivo, conseguiu uma bela virada sobre Moisés Pérez, da Venezuela, em poucos segundos, depois de estar perdendo boa parte da luta por 3 a 0. O placar final terminou 8 a 3 a favor de Soghomonyan.

Com a  qualificação de Eduard, o Brasil tem, agora, 177 atletas garantidos na Olimpíada. Esta será a segunda participação olímpica do atleta de 30 anos, que já havia disputado a Rio-2016. Na ocasião, terminou em 16º lugar após cair na primeira luta diante do georgiano Iakob Kajaia.

Outros seis brasileiros competiram pela luta greco-romana no torneio qualificatório de wrestling nesta sexta, mas nenhum garantiu a vaga a Tóquio. Joilson Junior (67kg), uma das esperanças brasileiras de classificação, acabou derrotado pelo colombiano Julian Horta na semifinal. Marat Garipov (60kg) chegou a vencer uma luta, enquanto Ângelo Moreira (77kg), Ronisson Brandão (87kg) e Guilherme Evangelista (97kg) só perderam.

No sábado, 14, é a vez das mulheres brasileiras da luta livre entrarem em ação. Kamila Barbosa (50kg), Giullia Penalber (57kg), Laís Nunes (62kg), Dailane Reis (68kg) e Aline Silva (76kg) subirão no tapete para tentar um lugar nos Jogos Olímpicos. Assim como na greco-romana, chegar na final basta para garantir a vaga.

Foto: Reprodução/Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário