Índia decidirá sobre boicote Birmingham 2022 e candidatura para os Jogos da Commonwealth 2026 na AGM - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Índia decidirá sobre boicote Birmingham 2022 e candidatura para os Jogos da Commonwealth 2026 na AGM

Compartilhe

A Associação Olímpica da Índia (IOA) decidirá na Assembleia Geral Anual (AGM) dois importantes assuntos envolvendo o país e os Jogos da Commonwealth: um possível boicote a edição de 2022, em Birmingham, depois da exclusão dos eventos de tiro do programa dos Jogos e o lançamento da candidatura do país para receber o evento em 2026 caso o governo aprove a proposta.

O presidente da IOA, Narinder Batra garantiu que a Assembleia terá a palavra final sobre o protesto. A Federação dos Jogos da Commonwealth (CGF) conversou com a Federação Internacional de Esportes de Tiro no início deste mês para discutir a situação indiana. Uma das soluções pensadas inicialmente foi a realização de um evento com medalhas e atletas da Commonwealth na Índia durante os Jogos para amenizar a tensão.

Já em relação a corrida para sediar os Jogos de 2026, o secretário-geral da OI, Rajeev Mehta, afirmou que a intenção do país é "séria". A IOA buscará a aprovação de seus membros para conversar com o governo indiano para concorrer ao evento também na AGM. Adelaide (Austrália) e Edmonton (Canadá) já desistiram da corrida. Entretanto, o país americano pode fazer uma oferta para entrar na disputa depois de receber duas propostas interessadas em receber os Jogos de 2026 ou 2030.

Sobre a relação entre os dois temas, não está claro se o CGF permitiria à Índia concorrer aos Jogos de 2026 se avançar com um boicote a Birmingham 2022. Além disso, a IOA teme que possa levar uma suspensão do Comitê Olímpico Internacional (COI) por causa da interferência do governo em seus assuntos.

Foto: Twitter da CFG

Nenhum comentário:

Postar um comentário