Pioneira no esporte brasileiro, Poliana Okimoto anuncia aposentadoria - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pioneira no esporte brasileiro, Poliana Okimoto anuncia aposentadoria

Compartilhe
Única mulher brasileira a subir em um pódio olímpico nos esportes aquáticos, Poliana Okimoto está perto da aposentadoria.

Bronze nos Jogos do Rio em 2016 na maratona aquática de 10 quilômetros, a paulista de 34 anos anunciou que encerrará sua carreira marcada por pioneirismos em março do ano que vem.

Até lá, nadará o Troféu Open, que será sua última competição oficial nas piscinas e o desafio Rei e Rainha do Mar, ambos em dezembro e no Rio de Janeiro. Após isso, finalizará sua vitoriosa carreira no próximo mês de março, quando participará da primeira Travessia Poliana Okimoto, competição que levará seu nome, e será realizada no parque aquático Wen't Wild, em Itupeva (SP).

Além do bronze olímpico, Poliana é dona de seis medalhas em mundiais, sendo o ouro nos 10km de Barcelona 2013 a principal delas. Um dos motivos que levou a nadadora do Unisanta a decisão de se aposentar foi a falta de incentivo que a atingiu após a conquista da medalha, quando teve que começar a custear equipe médica e multidisciplinar do próprio bolso após corte de apoio financeiro.

"A pressão, agora, é cada vez maior. Tanto externa quanto interna. Fui bronze, queria uma prata ou um ouro na próxima. Foi difícil conseguir com estrutura, imagina sem. Esse último ciclo foi muito difícil. Foi um pouco de tudo. Essa falta de estrutura afeta a parte de motivação. E sem motivação o atleta não vai a lugar algum", disse ao globoesporte.com 

O desejo de realizações pessoais, como ser mãe, também pesou na decisão da atleta em não competir por uma medalha em Tóquio 2020. Ela é casada com Ricardo Cintra, que além de marido cumpre a função de técnico da nadadora.

Poliana é outro forte nome da lista de atletas brasileiros renomados que não estará em Tóquio 2020. Além dela, Fabiana Murer, Robert Scheidt, Formiga, Tiago Camilo, o técnico Bernardinho, Ricardo e Emanuel do vôlei de praia, a ex-capitã da seleção feminina de handebol, Dara, e as bicampeãs olimpicas do vôlei, Sheila e Fabiana, já anunciaram que não tentarão vaga para os Jogos da capital japonesa. 

Foto: Ministério do Esporte







Nenhum comentário:

Postar um comentário