Últimas Notícias

Mundial de Tênis de Mesa por Equipes 2016 - Dia 7


O sábado em Kuala Lumpur, na Malásia, foi dia das semifinais masculinas e da segunda semifinal feminina, que definiram os finalistas da competição.

No masculino a Inglaterra lutou com todas as forças, mas não conseguiu passar pelo Japão. Jun Mizutani venceu o primeiro confronto por 3 a 0 contra Paul Drinkhall. Maharu Yoshimura aumentou a vantagem japonesa após fazer 3 a 2 em Liam Pitchford. No terceiro jogo, Sam Walker passou por Yuya Oshima por 3 a 1 e manteve viva as esperanças inglesas.

No quarto duelo o inglês Liam Pitchford chegou a abrir dois games a zero em cima de Jun Mizutani, que evitou três match points do adversário e virou para 3 a 2, garantindo o Japão na decisão em um dos melhores jogos do Mundial.

Os japoneses farão a final contra a China, que passou pela Coréia do Sul por 3 a 0. Xu Xin e Zhang Jike ainda chegaram a perder um game cada, mas nada que pudesse ameaçar os campeões olímpicos.

No feminino a final também será entre Japão e China. As chinesas passaram, neste sábado, por Taipei pelo placar de 3 a 0, sem perder nenhum game.

As finais ocorrem no domingo.

O sábado também foi de finais nas divisões inferiores. O Brasil fez jogo equilibrado contra a Índia, mas acabou derrotado por 3 a 2 na decisão da segunda divisão masculina. A Índia ainda ganhou a segunda divisão feminina, com vitória sobre Luxemburgo.

Tabela

Masculino - Semifinais
 China 3x0 Coréia do Sul 
 Japão 3x1 Inglaterra 

Feminino - Semifinais
 Coréia do Norte 1x3 Japão 
 China 3x0 Taipei 

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar