Últimas Notícias

Prefeitura do Rio de Janeiro anuncia retomada das obras nos centros de hipismo e tênis


Durante a apresentação do Parque Aquático Maria Lenk, na sexta-feira (12.02), o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou que já foram escolhidas as empresas que vão dar continuidade às obras do Centro Nacional de Hipismo, em Deodoro, e do Centro Olímpico de Tênis, na Barra.

“No hipismo, uma nova empresa assumiu, a obra está totalmente sob controle, vai estar tudo entregue até meados de maio, ou no fim de maio. A vila dos tratadores, os equipamentos, a parte da clínica veterinária que falta, está tranquilo. No tênis, está mais tranquilo ainda. A empresa já está trabalhando, fechamos os valores no carnaval, vamos assinar o contrato nesta semana”, disse o prefeito.

Paes reforçou que não haverá aumento de preço. “Será exatamente o valor que restava do contrato da empresa anterior, sem nenhum valor a mais”.

No mês passado, a prefeitura rescindiu o contrato com a empresa Ibeg, que era responsável pelas obras de reforma do centro de hipismo e era líder do consórcio que fazia a construção do centro de tênis, devido a atrasos. Segundo Paes, assume os trabalhos em Deodoro a Zadar, empresa que também integra o consórcio “Onda Azul”, responsável pela construção do Centro Olímpico de Esportes Aquáticos.  A Tensor, que era subcontratada pela Ibeg, segue na obra do hipismo, mas agora diretamente contratada, ainda de acordo com o prefeito. No tênis, quem passa a liderar a obra é a empresa Volume.

De acordo com a última atualização da Matriz de Responsabilidades, o valor total da construção do Centro Olímpico de Tênis é de R$ 191,1 milhões. No Centro Nacional de Hipismo, a reforma está orçada em R$ 153,4 milhões. Em ambos os casos, os recursos são do governo federal e a execução das obras ficou a cargo do município.

Foto: Brasil 2016

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar