Magnano busca medalha olímpica e lamenta ter poucos jogadores "a nível olímpico" à disposição - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Magnano busca medalha olímpica e lamenta ter poucos jogadores "a nível olímpico" à disposição

Compartilhe

Técnico da seleção brasileira de basquete masculino, o argentino Rubén Magnano falou ao site da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) sobre a expectativa para estreia do Brasil nas Olimpíadas.

Na entrevista, ele afirmou que o Brasil pode sim buscar a medalha olímpica no Rio: "Temos que declarar nossa perspectiva por uma medalha. Não está muito longe essa possibilidade. Que é difícil é, mas temos que lutar por isso. Há muitas variáveis que devem ser levadas em conta, mas acredito nessa possibilidade. "

Magnano também falou sobre a expectativa do torneio olímpico ser mais difícil do que em 2012:  "As equipes virão para o Rio com suas seleções completas. Serão partidas duras e interessantes de jogar. É claro que não é novidade que Estados Unidos e Espanha serão partidas ainda mais duras".

Ruben Magnano afirmou ainda que o Brasil deve começar sua preparação entre os dias 15 e 20 de junho e disputará dez amistosos até o início dos Jogos Olímpicos. China, Lituânia, Austrália e França são prováveis adversários.

O técnico argentino citou ainda a dificuldade em montar a equipe, pois ele analisa que não tem muitos jogadores capacitados para disputar às Olimpíadas e falou sobre as recusas de jogadores jovens à seleção: "O número de jogadores é grande e eles estão prontos para jogar, mas não a nível olímpico. Representar o Brasil em uma competição olímpica é muito especial. Minha intenção sempre foi trazer gente nova e ir mesclando com os mais experientes pelo futuro do basquete. Infelizmente alguns jovens deram a negativa para a seleção e hoje é realmente um problema".

"Hoje, na véspera da competição, não podemos mais fazer testes. Eu convoquei muitos jogadores para participarem de competições e hoje estarem preparados para esta situação. Mas vamos seguir lutando e buscando isso, alimentando o comprometimento dos nossos atletas e esperar pra ver o que aconteça".

Magnano está no comando da seleção brasileira de basquete desde 2010. Com ele no comando, o Brasil mescla bons resultados, como a volta aos jogos olímpicos após dezesseis anos, o sexto lugar no mundial de basquete realizado em 2014 e ouro no Pan-Americano de Toronto com eliminações na primeira fase nas edições de Copa America de 2013 e 2015.

Para ver a entrevista completa de Ruben Magnano, acesse o link

Nenhum comentário:

Postar um comentário