IAAF aprova mudança de nome para World Athletics


A Federação Mundial de Atletismo (IAAF) passou a se chamar World Athletics, (Atletismo Mundial) desde a última segunda-feira (7) conforme foi decidido pelo Conselho Executivo da entidade, em reunião realizada em junho, em Mônaco.

A mudança do nome e o novo logo da entidade, que visa a popularizar e modernizar o atletismo, é uma das novidades. No 52º Congresso da IAAF em Doha, realizado antes do Mundial (25/9), ficou clara a decisão da entidade de introduzir a paridade de gênero.

O presidente Sebastian Coe foi eleito para um segundo mandato (com o voto de todos os 203 membros do Congresso), enquanto a colombiana Ximena Restrepo, que vive no Chile, medalhista olímpica de bronze nos 400 m em Barcelona-1992, será a primeira mulher a servir como vice-presidente da IAAF. Os outros vice-presidentes são Sergey Bubka, Geoffrey Gardner e Nawaf Bin Mohammed Al Saud.

Como parte das amplas reformas adotadas pelo Congresso da IAAF no final de 2016, foram definidas metas mínimas de gênero à sua constituição para estabelecer paridade em todos os níveis na governança do esporte.

"Ximena é uma ex-atleta que é tremendamente útil quando você está impulsionando o esporte", disse Coe. "Estou muito satisfeito por elegermos pela primeira vez uma vice-presidente do sexo feminino e por ela se juntar a outras sete mulheres no conselho. Este é um momento histórico."

"Estou realmente honrada em assumir essa posição", disse Restrepo. "É um ótimo momento para mim e para o meu país. Gostaria de lhe agradecer, Seb, porque isso só foi possível devido a você e às mudanças feitas na constituição."

O Congresso também elegeu novos membros do Conselho da IAAF : Hiroshi Yokokawa (JPN), Antti Pihlakoski (FIN), Anna Riccardi (ITA), Nan Wang (CHN), Adille Sumariwalla (IND), Nawal El Moutawakel (MAR), Abby Hoffman (CAN), Sylvia Barlag (NED), Alberto Juantorena (CUB), Willie Banks (EUA), Raul Chapado (ESP), Dobromir Karamarinov (BUL) e Beatrice Ayikoru (UGA).

O Conselho da IAAF será composto por 26 membros, oito dos quais são mulheres. Entre os 13 novos membros eleitos, seis são representantes de área e dois membros da Comissão de Atletas, um homem e uma mulher, incluindo o presidente.

Seguindo as recomendações feitas pela Força-Tarefa da IAAF, o Congresso também votou a favor da suspensão da Rússia. Os atletas russos participaram no Mundial sob a sigla ANA, de Atletas Neutros Autorizados.

Foto: Divulgação/IAAF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes