Definidos os últimos campeões da temporada 2019 da Diamond League


A temporada 2019 da Diamond League chegou ao seu final com a disputa das quinze provas finais no Estádio Rei Balduíno, em Bruxelas. Foi a última grande competição antes do Campeonato Mundial de Atletismo, que acontecerá em Doha a partir do dia 27 de setembro.

Feminino:

Nos 100m rasos, a britânica Dina Asher-Smith levou o diamante para casa ao vencer a prova com o tempo de 10.88, sua melhor marca na temporada. Nos 800m rasos houve dobradinha americana com a vitória ficando para Ajee Wilson (2:00.24), seguida de Raevyn Rogers (2:00.67). Nos 5.000m, a holandesa Sifan Hassan ficou com a vitória marcando o tempo de 14:26.26. Nos 100m com barreiras, a jamaicana Danielle Williams ficou com a vitória marcando o tempo de 12.46.

No salto em altura, Mariya Lasitskene confirmou o favoritismo e levou o diamante com a marca de 1.99m. No salto com vara, Katerina Stefanidi e Anzhelika Sidorova saltaram para 4.83m, porém a grega levou a melhor no desempate. No salto em distância, a alemã Malaika Mihambo foi a única a saltar acima dos 7 metros (7.03) e ficou com o diamante. E no lançamento de disco, a cubana Yaimé Pérez ficou com a vitória marcando 68.27m.

Masculino:

Nos 200m rasos, o diamante foi para o americano Noah Lyles, que venceu a prova com o tempo de 19.74. Nos 400m rasos houve dobradinha americana, em que Michael Norman levou a melhor com o tempo de 44.26, dois décimos à frente do compatriota Fred Kerley. Nos 1.500m, o queniano Timothy Cheruiyot levou a melhor com o tempo de 3:30.22. Nos 110m com barreiras, o diamante ficou para o espanhol Orlando Ortega, que venceu a prova com o tempo de 13.22.

Nos 3.000m com obstáculos, o etíope Getnet Wale desbancou o marroquino Soufiane El Bakkali e venceu a prova com o tempo de 8:06.92. No salto triplo o domínio foi americano, com atletas ocupando as quatro primeiras posições, em que Christian Taylor bateu o recorde do meeting com 17.85m. E no lançamento de disco, o sueco Daniel Stahl ficou com a vitória com a marca de 68.68m.

Foto: Divulgação/IAAF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes