Copa dos Quatro Continentes de Patinação Artística: Dia 1


Um dia de grandes duelos na Copa dos Quatro Continentes de Patinação Artística, disputada em Anaheim, Califórnia (EUA). Tanto no programa curto feminino quanto no masculino o resultado foram líderes cedendo o destaque para outros competidores, vantagens apertadas, resultados decididos em pequenos detalhes e muita emoção. Bradie Tennell (foto) e Vincent Zhou dos EUA saem na frente, mas as ótimas apresentações de Kaori Sakamoto, do Japão e JunHwan Cha, da Coréia, deixam a disputa final totalmente em aberto.


Feminino:

Uma grande e acirrada competição no programa curto feminino da Copa dos Quatro Continentes: a medalhista de prata do Campeonato Nacional dos EUA, Bradie Tennell terminou o dia virtualmente empatada com a atual campeã do torneio, Kaori Sakamoto, do Japão. O resultado foi definido em detalhes: Tennell, que fez um programa limpo e preciso apostou em uma combinação com valor de base maior no início do programa e um salto triplo flip com bonificação na segunda metade. Sakamoto também não cometeu erros: a japonesa teve um valor de base de programa ligeiramente menor, mas teve uma performance considerada muito melhor e mais fluida em todos os elementos. No final, Bradie Tennell ficou com o melhor resultado do dia, mas sustenta a liderança com apenas 0,55 ponto à frente. Em terceiro lugar ficou Mariah Bell, dos EUA, após uma performance emocional e vibrante, que ainda a deixa em boa posição para disputa de medalhas, menos de quatro pontos atrás da primeira colocada.


A campeã do Grand Prix de 2018, Rika Kihira, do Japão, que vem de um acidente nos treinos da Copa dos Quatro Continentes onde sofreu  uma grave luxação do dedo anular da mão esquerda, teve uma falha severa em uma tentativa de salto triplo Axel: o elemento foi invalidado e Kihira acabou apenas na quinta posição, atrás da coreana Eunsoo Lim. 


A brasileira Isadora Williams, que competiu no torneio teve um dia de muitos problemas: uma queda no primeiro salto, um triplo lutz acabou comprometendo a apresentação sobretudo nas transições e na complexidade de alguns elementos que tiveram alguns valores de base reduzidos e muito pouco rendimento em graus de execução positivos. O resultado foi uma performance bem menos elaborada e de valor mais baixo do que a média. Em 19o. na classificação geral, Isadora agradeceu o apoio do público no Instagram e comentou que a performance também a desagradou: "Hoje não patinei ao meu potencial. Fiquei nervosa. Ainda tenho o programa longo e vou dar o meu melhor".

Masculino:

No masculino, Vincent Zhou, dos EUA também venceu o programa curto apostando na matemática: com um programa limpo e um salto quádruplo lutz—elemento de valor mais alto que os outros—e mais um salto quádruplo salchow conseguiu quase três pontos de vantagem sobre o coreano JunHwan Cha; Cha, que fez sua melhor apresentação no ano, também fez um programa limpo, artisticamente superior, com elementos melhor trabalhados mas com valor de base ligeiramente menor, contando apenas com um salto quádruplo salchow.

Em terceiro ficou o chinês Boyang Jin, atual campeão do torneio, que com um programa com dois saltos quádruplos e uma coreografia que valorizou a expressividade conseguiu uma avaliação de componentes artísticos no mesmo nível das dos outros principais competidores, mas acabou perdendo pontos numa saída de salto com erro e na simplificação da segunda metade da combinação obrigatória. O japonês Shoma Uno, favorito para a vitória no torneio, revelou ter lesionado em treinos—de novo e por mais duas vezes—o mesmo tornozelo contundido durante o Campeonato Nacional do Japão. Sem uma carga de treinos suficiente, e ainda em recuperação, Uno teve que utilizar um programa com layout de saltos muito simplificado e fez a saída de sua combinação obrigatória com erro. O excelente trabalho coreográfico e de sequência de passos valeu a melhor nota de componentes artísticos do dia, mas não foi suficiente para avançar na classificação, o deixando em quarto lugar e mais de oito pontos atrás do líder.

Todas as tabelas com resultados, agenda de apresentações em horário local e súmulas detalhadas de julgamentos da Copa dos Quatro Continentes de 2019 estão disponíveis aqui, no site oficial de resultados do evento. A Copa dos Quatro Continentes segue hoje com o programa curto de Pares, a Dança Rítmica de Dança no Gelo e o programa livre, que define as medalhas da prova feminina, com eventos começando à partir das 17h45 (horário de Brasília).


Foto: ISU


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes