Velocista Paralímpico Petrucio Ferreira sofre acidente em rio e tem maxilar e dois dentes quebrados

O Velocista paralímpico e recordista mundial dos 100m e 200m na categoria T47 Petrucio Ferreira passou por um grande susto nas suas férias. O paraibano sofreu um acidente em 2 de janeiro ao decidir tomar um banho de rio, onde acabou batendo a cabeça em uma pedra. Petrucio quebrou o maxilar e dois dentes, e passou por cirurgia, realizada na quarta (9). Já se recuperando no hospital, ele admite que poderia ter sido bem pior e temeu ficar paraplégico:

"Isso pode acontecer em casos mais graves, o que por sorte não foi o meu caso" afirmou Petrucio em entrevista ao site globoesporte.com

Petrúcio Ferreira permanece em observação no Hospital Nossa Senhora das Neves (HNSN), em João Pessoa. O médico responsável pela cirurgia, José Lacet de Lima, explicou a situação do corredor. No primeiro atendimento, no Sertão da Paraíba - local do acidente -, já foi descartado qualquer problema mais grave.

"A gente remete (este caso) logo ao caso de Marcelo Rubens Paiva (escritor brasileiro que ficou paraplégico ao bater com a cabeça em uma pedra em mergulho em um rio). Mas o caso de Petrucio foi diferente por não bater a cabeça, o crânio, propriamente dito. Ele teve um trauma, quase que deslizante. O trauma foi na face. É um pouco complicado entender dissociadamente a face do crânio. Mas o crânio, apesar de não ter uma relação íntima, ele tem uma relação direta na questão do trauma. São traumas independentes. Na questão do trauma craniano, do trauma cervical raquimedular (lesão que ocorre na coluna vertebral e que danifica a medula espinhal), que é o grande questionamento, isso não existiu. Isso já foi descartado no primeiro atendimento, no Sertão da Paraíba. No Hospital de Trauma (em João Pessoa) e também no HNSN, assim que ele deu entrada, essa possibilidade foi descartada. A gente entende a preocupação dos admiradores do campeão, mas quanto a isso, graças a Deus, ele está totalmente livre. Não tem nenhum problema na articulação do pescoço. Ele fala, está comunicante e super colaborativo"  comentou José Lacet de Lima.

Petrucio tem possibilidade de alta nesta quinta-feira (10) e pretende retomar logo os seus treinamentos para as principais competições de 2019: Os jogos Parapan- Americanos e o mundial de atletismo paralímpico:

"Estou passando por algumas dores, faz parte do processo, mas sei que daqui a 15 dias já quero estar melhor para voltar a treinar. A partir de maio, quero estar 100% para encarar os desafios" afirmou Petrucio, que deverá iniciar fisioterapia logo após a sua alta


Com informações de globoesporte.com
foto: Daniel Zappe/CPB/MPIX

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes