Guia PyeongChang 2018 - Curling

Criado na Escócia no século XVI, o curling é disputado por duas equipes de quatro ou por duas duplas em um rink de gelo. O esporte tem como objetivo colocar pedras no centro de um grande alvo, ao mesmo tempo em que se tenta tirar as pedras da equipe adversária de dentro do alvo.


A disputa do curling é dividida em 10 ends, que podem se estender para ends extras caso as equipes terminem empatadas após o final do décimo end. Caso isso ocorra, serão disputados novos ends até que uma das equipes marque um ponto.

As pedras, feitas de granito, são lançadas duas vezes por cada jogador durante um end, o que totaliza 16 pedras por end. Após serem lançadas, dois competidores da equipe varrem a pista no trajeto em que a pedra percorrerá, com o objetivo de diminuir o atrito da pedra com o gelo, fazendo-a chegar mais longe

Cada equipe tem o tempo máximo de 73 minutos totais para finalizarem todas as suas jogadas.

Como será em PyeongChang: Em PyeongChang serão disputadas as provas por equipe no masculino e no feminino e as duplas mistas. Na disputa masculina e na feminina serão 10 equipes, com todas elas se enfrentando na primeira fase. As quatro melhores colocadas se classificam para a semifinal, onde o primeiro enfrenta o quarto e o segundo enfrenta o terceiro. Já nas duplas mistas serão apenas 8 equipes, mas o sistema de disputa é mesmo, com todas se enfrentando na primeira fase e as quatro melhores avançando para as semifinais.

Masculino

Data: 14 a 24/02
Sede: Gangneung Curling Centre
Competidores: 10 equipes
Favoritos ao ouro:   Canadá |  Suécia
Candidatos ao pódio:  Suíça |  Noruega  |  Estados Unidos

O Canadá mais uma vez desembarcará em uma edição olímpica como o adversário a ser batido. São três medalhas de ouro consecutivas, e a equipe comandada por Kevin Koe tentará manter o topo do pódio. Comandados por Niklas Edin, a equipe da Suécia surge como a maior ameaça aos canadenses. O capitão foi campeão mundial em 2013 e 2015 e vice-campeão na última edição. Também estão nas disputas por medalhas a Suíça, atual medalhista de bronze mundial, Noruega e Estados Unidos.


Feminino

Data: 14 a 25/02
Sede: Gangneung Curling Centre
Competidores: 10 equipes
Favoritas ao ouro:   Canadá
Candidatos ao pódio:  Suécia |  Grã-Bretanha |  Japão |  China

Assim como no masculino, o favoritismo na versão feminina do curling também é canadense. O país vem da medalha de ouro em Sochi 2014, a primeira dourada para o curling feminino do Canadá, e tentará manter a sua posição com a capitã Rachel Homan, que liderou a equipe campeã de forma invicta do mundial da modalidade em 2017. Medalhista de bronze em Sochi 2014, a Grã-Bretanha também conquistou o ouro no mundial de 2013 e pode ser uma ameaça ao ouro canadense. A Suécia, liderada pela medalhista olímpica Anna Hasselborg, o Japão e a China também estão na disputa pelo pódio.


Duplas Mistas

Data: 8 a 13/02
Sede: Gangneung Curling Centre
Competidores: 8 duplas
Favoritos ao ouro:  Canadá 
Candidatos ao pódio:  Noruega |  China | Equipa Unificada Atletas olímpicos da Rússia  

Estreante no programa olímpico, as duplas mistas podem reservar algumas surpresas, já que as duplas são formadas por grandes nomes do esporte. Assim como nas outras duas competições, os canadenses mais uma vez levam certo favoritismo para PyeongChang. John Morris e Kaitlyn Lewis, que já foram campeões olímpicos com suas equipes e tiveram que vencer uma forte concorrência interna, podem se tornar os primeiros campeões de duplas da história. Os russos Anastasia Bryzgalova e Alexander Krushelnitskiy, campeões mundiais em 2016, talvez sejam a maior ameaça ao favoritismo canadense. A Noruega, bronze no mundial de 2015, é uma das candidatas ao pódio. Quem também quer um lugar no pódio é a dupla chinesa formada por Ba Dexim e Rui Wang, que foram medalhista de prata no mundial de 2016 e bronze no mundial de 2017, faltando apenas o ouro em grandes competições.



Curiosidades

- A primeira aparição do Curling em Jogos Olímpicos foi em Chemonix 1924, na categoria masculina. O esporte só foi retornar ao programa olímpico em Nagano 1998 e não saiu desde então

- O Canadá é a maior potência do esporte, tendo conquistado 10 medalhas no total, sendo 5 ouro, 3 de prata e 2 de bronze. Em segundo lugar aparece a Suécia com 7 medalhas totais

- A equipe feminina do Canadá esteve presente em todos os pódios olímpicos (5), mas só foi conquistar a medalha de ouro na última edição dos jogos, Sochi 2014. A equipe masculina também esteve presente no pódio desde a retomada do esporte em Nagano, mas em Chamonix 1924 o país não conseguiu medalha

- As pedras de Curling são todas produzidas no mesmo local: a pequena ilha de Ailsa Craig, na costa da Escócia

Fotos: Georgis Kefalas/AP
Mathieu Belanger/Reuters
Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes