Engano durante encontro de equipe de segurança de Los Angeles 2028 e policiais franceses causa mal estar


Oficiais do Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD) viajaram a França, para darem continuidade no processo de planejamento de segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2028, e acabaram gerando um incidente internacional após acusações de prisão injusta.

Segundo informação do jornal Los Angeles Times, o chefe de polícia do LAPD, Michel Moore, e Robert Marino, subchefe, estavam visitando Marselha, junto a suas esposas e dois oficiais da LAPD atuando como segurança.

Foi quando Moore e Marino deixaram um restaurante junto as membro da polícia francesa, e após um homem esbarrar com a esposa de Michel Moore, houve relato de um suposto roubo de celular.

Os membros da equipe de segurança do LAPD, então perseguiu o homem e o prenderam, porém descobriram que nada havia sido roubado, de acordo com a polícia francesa.

O LAPD abriu uma investigação sobre a razão dos policiais terem efetuado a prisão de forma injusta e fora de sua área de atuação.

O incidente ocorreu durante visita de oficiais da LAPD para discutir sobre o planejamento de segurança de Los Angeles 2028.

Essa prisão injusta levou o detido a apresentar queixa contra as autoridades francesas.

Moore chamou o caso de um “incidente infeliz” e pediu desculpas às autoridades locais em Marselha pelo ocorrido.

No dia seguinte ao incidente, Moore notificou o departamento responsável para investigar o caso e se desculpou com as autoridades de Marselha e com o Cônsul Geral dos Estados Unidos.

Essa reunião ocorre em uma época onde a taxa de assassinatos em Los Angeles bate recordes, crescendo gradativamente ano a ano.

Foto: Damian Dovarganes/ AP photo                                                              


0 Comentários