Brasil vence duas regatas na estreia do evento-teste da SSL Gold Cup de vela - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil vence duas regatas na estreia do evento-teste da SSL Gold Cup de vela

Compartilhe
Robert Scheidt, de costas, com a camisa da seleção, com 10 nas costas

A equipe brasileira de vela teve uma boa estreia no evento-teste da SSL Gold Cup, competição entre países inspirada na Copa do Mundo de futebol, que começou nesta quarta-feira (29), no Lago Neuchâtel, na Suíça. O time verde-amarelo, liderado por Robert Scheidt, venceu as duas regatas do dia, superando os barcos de Israel, Omã e Hungria, e está na liderança da flotilha.

Além de Scheidt, integram a seleção brasileira outros nove atletas, incluindo as bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, os olímpicos Henrique Haddad e Gabriel Borges e os experientes Henry Boening, Juninho de Jesus, Joca Signorini, Alfredo Rovere e André Fonseca.

Cada velejador tem seu número na camisa, associando bem ao futebol. No caso do Brasil, Scheidt é o camisa 10. Todos os países competem em igualdade na competição. Os veleiros one design são fornecidos pela organização. O barco SSL47 – uma versão do RC44, categoria bastante usada em regatas mundiais – tem regulagens do original que não podem ser alteradas.

A equipe brasileira, apelidada de Brazilian Storm, venceu as duas regatas iniciais e está na liderança da Flotilha A, com 2 pontos perdidos. A Hungria está em segundo com 4 pontos, seguido por Israel com 6 e Omã com 8. Os dois primeiros colocados da flotilha avançam ao mata-mata contra os líderes da outra chave, composta por Suíça, Argentina, Croácia e Estônia.

Equipe brasileira de vela na SSL Gold Cup
Equipe brasileira de vela no evento-teste da SSL Gold Cup (Martina Orsini/SSL Gold Cup)
Scheidt elogiou a atuação da equipe no primeiro dia. “Tivemos uma boa estreia. Foi um dia bastante difícil, com vento bem forte, entre 18 e 22 nós, e muitas rajadas. E isso testou bastante a nossa tripulação, já que esse barco tem uma área vélica enorme e muita potência. O time conseguiu ter um bom aproveitamento, manobramos muito bem o barco em comparação com os nossos adversários”, comentou o capitão.

Na primeira regata desta quarta, o time brasileiro efetuou uma boa largada, acertou as manobras e dominou a disputa. A segunda prova do dia foi diferente. Após um início irregular, conseguiu desenvolver boa velocidade e acertou na tática para se recuperar a cruzar a linha de chegada na primeira colocação.

“Realmente foi um dia que exigiu bastante da tripulação, pois o vento forte despeja muita potência nas velas e isso exige muitas decisões ao longo do percurso, devido à necessidade de manobras difíceis dadas a intensidade do vento e a área vélica grande”, explicou o bicampeão olímpico. A competição vai até domingo (03).

Foto de capa: @SSLTEAMBRAZIL


Nenhum comentário:

Postar um comentário