Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos quer reduzir o máximo de estrangeiros no Japão - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos quer reduzir o máximo de estrangeiros no Japão

Compartilhe



O Comité Organizador dos Jogos Olímpicos de 2020 quer reduzir o número de representantes estrangeiros das federações e outras entidades, em uma altura em que o estado de emergência foi estendido na capital japonesa, devido a pandemia da covid-19.

Numa videoconferência de imprensa realizada na sexta-feira (14), a presidente do Comité Organizador, Seiko Hashimoto, explicou a intenção de "reduzir ao máximo" os convidados estrangeiros e disse que irá tomar essa medida em "coordenação com os comités olímpicos e paraolímpicos internacionais".

Esta decisão acontece no dia em que o governo do Japão estendeu o estado de emergência em Tóquio e em mais oito zonas, incluindo a ilha de Hokkaido, no norte do país, onde vão ser realizadas as provas da maratona e da marcha atlética, quando faltam cerca de dez semanas para o inicio dos Jogos.

Na quinta-feira (13), o diretor-geral de Tóquio 2020, Toshiro Muto, revelou que são esperados cerca de 90 mil representantes estrangeiros, cerca de metade do que estava previsto antes da pandemia, um número que mesmo assim será ainda mais reduzido, depois das palavras da presidente do comité organizador na sexta-feira.

Os Jogos Olímpicos estão previstos para começar entre 23 de julho a 08 de agosto de 2021, depois de terem sido adiados devido à pandemia da covid-19.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário