Comitê Olímpico Queniano oferece suporte financeiro para a equipe de maratona - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Comitê Olímpico Queniano oferece suporte financeiro para a equipe de maratona

Compartilhe

 


O Comitê Olímpico Nacional do Quênia (NOC-K) deu à sua equipe de  maratona repleta de estrelas 1 milhão de xelins quenianos (US$ 9.100 dólares) para apoiar seu treinamento para as Olimpíadas deste ano.


Ruth Chepngetich - uma das quatro atletas da equipe feminina de maratona - aceitou um cheque em nome das corredores de longa distância.


O presidente do NOC-K, Paul Tergat, duas vezes medalhista de prata olímpica em 10.000 metros, entregou o cheque.


"Como NOC-K, não pouparemos nada para garantir que forneceremos a você o suporte técnico de que você precisa para que possa realizar seus sonhos de carreira", disse Tergat, de acordo com a Kenya Broadcasting Corporation .


“Demonstramos esse compromisso com suporte financeiro para a logística de seus treinamentos daqui para frente. Agora, o verdadeiro trabalho está apenas começando para você, como você singularmente e como uma equipe colocam todo o seu foco e planos para o prêmio final de uma medalha em Tóquio."


O NOC-K nomeou quatro homens e quatro mulheres para suas equipes da maratona olímpica na semana passada, embora apenas três possam participar de cada corrida nos Jogos Olímpicos no final deste ano.


O campeão Rio 2016 Eliud Kipchoge - detentor do atual recorde mundial, 2 horas 01min 39seg - é o título da seleção masculina e se junta ao medalhista mundial de bronze de 2019 Amos Kipruto. Vincent Kipchumba, vice-campeão na maratona de Londres do ano passado, e o  campeão da Maratona de Boston e Chicago 2019, Lawrence Cherono, completam a equipe masculina. 


A campeã mundial Chepngetich, a campeã olímpica de 5.000m e vice-campeã dos 10.000m Vivian Cheruiyot, a campeã consecutiva da Maratona de Londres e Chicago Brigid Kosgei e Peres Jepchirchir - a atual campeã mundial da meia maratona - compõem a equipe feminina. Kosgei também detém o recorde mundial feminino - 2:14:04.


Devido às preocupações com o calor, as maratonas olímpicas serão disputadas em Sapporo este ano.


Foto: Reprodução/Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário