Morre Dirceu Pinto, maior medalhista brasileiro paralímpico na Bocha - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Morre Dirceu Pinto, maior medalhista brasileiro paralímpico na Bocha

Compartilhe

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) anunciou o falecimento do atleta Dirceu Pinto, da bocha paralímpica, na quarta-feira, dia 1º, em Mogi das Cruzes (SP).

Atleta da Associação Desportiva de Mogi Das Cruzes (ADMC), Dirceu Pinto foi vítima de problemas cardíacos, segundo informações preliminares da família à ANDE (Associação Nacional de Desporto para Deficientes), entidade da qual era atleta filiado.

Segundo a Associação Nacional de Desporto para Deficientes (ANDE), Dirceu se sentiu mal na madrugada e foi internado por volta de 6h da manhã. Faleceu no início da tarde por insuficiência cardíaca.

Nascido em Francisco Morato, na Grande São Paulo, Pinto era tetracampeão paralímpico da modalidade, com quatro medalhas de ouro nos Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012, no simples e nas duplas, além de uma prata por equipes nos Jogos Rio 2016. Também conquistou dois ouros no Mundial de 2010 e uma prata no Mundial de 2014.

Dirceu, que teve uma distrofia muscular na região da cintura (coxa e abdômen) aos 12 anos, competia pela classe BC4, para atletas cadeirantes que não recebem assistência durante as partidas. Além de competir, ele coordenava um projeto para pessoas com deficiência em Mogi das Cruzes e tinha uma pequena fábrica de bolas de bocha, a 'DDR-Dirceu da Bocha'.

Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário