Vice em 2015, Fábio Fognini estreia nesta segunda na abertura do Rio Open de Tênis - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Vice em 2015, Fábio Fognini estreia nesta segunda na abertura do Rio Open de Tênis

Compartilhe
Jogador com mais vitórias conquistadas nas cinco edições do Rio Open de Tênis, o italiano Fabio Fognini estreia nesta segunda-feira no maior torneio de tênis da América do Sul. Atual 15º do ranking mundial e cabeça de chave 2, Fognini soma 11 vitórias, que lhe valeram um vice-campeonato em 2015 e a semifinal no ano passado. Uma das estrelas da sexta edição, Fognini estreia contra o jovem canadense Felix Auger-Aliassime, às 19h, na quadra central do Jockey Club Brasileiro, e espera usar esse bom retrospecto para lutar pelo título.

"Estatísticas são apenas números, os jornalistas que gostam disso. Mas me sinto muito bem aqui, o público brasileiro gosta de mim. É um torneio grande, que jogo com muita vontade, então espero usar isso para ter uma boa semana e conquistar um bom resultado", disse o dono de oito títulos na carreira, sendo três deles conquistados no ano passado.

O adversário da estreia é o canadense Felix Auger-Aliassime, de 18 anos, um dos jogadores da Next Gen da ATP. Fognini, de 31 anos, e que foi pai há dois anos com a ex-jogadora Flavia Penetta, nunca enfrentou o jovem promissor. "Será um jogo bem duro, ele é um jogador jovem, mas tem qualidade e acredito que será uma grande estrela no futuro".

Auger-Aliassime é o 103º do ranking mundial, e um dos maiores prodígios dos últimos anos. Foi o tenista mais jovem a passar um qualificatório e vencer um jogo de torneio nível Challenger. Possui quatro títulos de Challenger, marca similar a nomes como do sérvio Novak Djokovic e do argentino Juan Martin Del Potro.

O primeiro dia de Rio Open também verá a estreia do jovem brasileiro Thiago Wild. O campeão juvenil do US Open 2018 enfrentará o japonês Taro Daniel, após a partida de Fognini. Mais cedo, na abertura da quadra central, às 16h30, o chileno Nicolas Jarry, semifinalista do Rio Open 2018, enfrentará o espanhol Roberto Carballes Baena.

Rogerinho perde e fica fora da chave principal
As últimas quatro vagas na chave principal do Rio Open foram definidas neste domingo, no último dia do qualifying. O brasileiro Rogério Dutra Silva foi derrotado pelo argentino Juan Ignacio Londero por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (2) e 6/2, e ficou de fora. Além de Londero, campeão do ATP de Córdoba há uma semana, os outros tenistas que entraram na chave principal foram o norueguês Casper Ruud, o boliviano Hugo Dellien e o sueco Elias Ymer.

RESULTADOS:
Juan Ignacio Londero (ARG) 2 x 0 Rogério Dutra Silva (BRA) - 7/6 (5) e 6/2
Casper Ruud (NOR) 2 x 0 Facundo Bagnis (ARG) - 7/5 e 6/4
Hugo Dellien (BOL) 2 x 0 Carlos Berlocq (ARG) - 6/3 e 7/6 (2)
Elias Ymer (SUE) 2 x 1 Pedro Martinez (ESP) - 6/4, 1/6 e 6/4
Cameron Norrie (GBR)/João Sousa (POR) 2 x 1 Mateus Alves (BRA)/Thiago Wild (BRA) - 6/4, 6/7 e 10/4

Exibição de duplas mistas com brasileiros anima público no Jockey
O público que foi acompanhar a última rodada do qualifying teve a oportunidade de acompanhar um jogo exibição de duplas mistas entre os brasileiros Beatriz Haddad Maia/Marcelo Melo e Teliana Pereira/Bruno Soares. Em jogo descontraído, Bia e Marcelo venceram por 2 sets a 0, com parciais de 4/3 e 4/1.

Animado com o apoio da torcida, Marcelo prometeu uma boa participação da dupla brasileira no Rio Open. "O carinho de todos vocês é sensacional, o Bruno e eu faremos o máximo para buscar o título deste ano", disse.

Foto: FOTOJUMP

Nenhum comentário:

Postar um comentário