Resumão do Pan de Lima 2019 - Dia 8





Basquete




Porto Rico e República Dominicana fizeram a primeira semifinal do dia e em um jogo dramático, os portorriquenhos se garantiram na final ao vencer por 65 a 63. O adversário de Porto rRico na final será a Argentina, que atropelou os Estados Unidos por 114 a 75. Americanos e dominicanos disputam o bronze.





Canoagem Slalom




O Brasil garantiu todos seus canoístas nas semifinais da canoagem slalom. Felipe Borges  e Ana Sátila (C1) e Pepê Gonçalves e Omira Estácia (K1) fizeram boas marcas e agora disputam as semifinais e finais no dia 4 de agosto. No domingo (3) teremos as semifinais e as finais do Caiaque extremo masculino e feminino.





Ciclismo Pista




Wellyda dos Santos foi a única ciclista brasileira na pista. Ela disputou o Omnium feminino e ficou na décima posição. Jennifer Valente (USA) levou o ouro, Lisbeth Vasquez (MEX) foi prata e Arlenis Sierra (CUB) foi bronze.

Na perseguição por equipes masculina os Estados unidos levou o ouro. A Colômbia foi prata e o Chile foi bronze. No sprint masculino, Nicholas Paul venceu a final trinitina e superou Phillip Njisane, que ficou com a prata. Kevin Chavarro (COL) ficou com o bronze.




Futebol




Foram definidos os semifinalistas do torneio feminino. No grupo A, o Paraguai venceu a Jamaica por 3 a 1 e terminou como líder do grupo. Já Colômbia e México empataram por 2 a 2 e as colombianas avançaram em segundo.

No grupo B, Argentina e Costa Rica ficaram no 0 a 0 e as costarriquenhas garantiram a primeira colocação do grupo, enquanto as argentinas ficaram em segundo. Panamá e Peru, já eliminados ficaram no 1 a 1

As semifinais do torneio feminino serão Paraguai x Argentina e Costa Rica x Colômbia




Ginástica Rítmica



A ginástica rítmica do Brasil ficou com dois bronzes. Natália Gaudio e Bárbara Domingues empataram com 67.150 pontos na terceira posição do individual geral, mas no critério de desempate das notas de execução Gaudio ficou com o bronze e Babi, ficou em quarto. Evita Griskenas (USA) ficou com o ouro e Camila Feeley (USA) foi prata

Bárbara Domingues vai disputar todas as quatro finais individuais de aparelhos. Já Gaudio não estará na final da bola.

Na competição por equipes, o Brasil acabou não fazendo uma boa apresentação no conjunto de 3 aros 2 maças com a nota de 19.700. A boa atuação nas bolas acabou compensando e o Brasil, que tinha ficado em primeiro lugar na sexta (2), terminou com o bronze. México foi o ouro.




Hipismo - Concurso Completo de Equitação




O Brasil passou por um susto na prova de cross country com a queda de Ruy Fonseca e de seu cavalo apos o tropeço em um obstáculo, onde ele quebrou o ombro e três costelas. Mais detalhas você encontra nesse link.

Sem ter mais o direito de ter um descarte por estar com apenas três cavaleiros, o Brasil conseguiu se manter muito bem na competição por equipes, ficando na segunda colocação atrás apenas dos Estados Unidos. No individual , Carlos Parro está em terceiro e Rafael Losano está em sexto.




Hóquei na grama




Terminou a primeira fase da competição masculina e os confrontos de quartas de final estão definidos. O resumo da última rodada você encontra aqui.




Saltos Ornamentais




Ingrid Oliveira e Andressa Lima se garantiram na final da plataforma de 10m feminina e Ingrid ficou em oitavo com 257.90 e Andressa em nono com 233.20. Meaghan Benfeito (CAN) levou o ouro e como ela já tinha a vaga olímpica assegurada, a vaga que seria dada à campeã pan-americana foi realocada para uma etapa da copa do mundo de saltos em 2020. Caeli McKay (CAN) foi prata e Alejandra Orozco (MEX) foi bronze

Já Kawan Figueiredo e Luis Felipe Moura disputaram a final do trampolim sincronizado 3m masculino e terminaram na oitava posição com 335.49. México foi ouro, Canadá prata e Estados Unidos bronze. Juan Manuel Hernandez e Yahel Castillo (MEX) levaram o ouro.




Surfe




Chloé Calmon venceu mais uma etapa semifinal e vai disputar o ouro no Longboard feminino. Já Nicole Pacelli perdeu para Vania Torres (PER) na semifinal do Stand up Paddle Wave , mas tem mais uma chance de chegar a final contra a vencedora das repescagens Isabella Gomez (COL) Se perder, fica com o bronze.

Já Luiz Diniz perdeu na repescagem 4 para Daniel Hughes (USA) e não tem mais chances de medalha. 






Tênis



Foram definidos os tenistas que terão a prioridade nas vagas olímpicas de Tóquio. No masculino, João Menezes (o relato do jogo do brasileiro você vê aqui) e Tomas Barrios (CHI) e no feminino Nadia Podoroska (ARG) e Caroline Dolehide (USA). todos precisam se manter no top 300 até o dia 8 de junho de 2020 para garantir suas vagas. Além disso, os seus países não podem já ter usado o limite de quatro vagas por nação na distribuição pelo ranking da ATP/WTA. A final do simples será no domingo (4).

Na dupla feminina, o Brasil ganhou uma medalha de bronze com Carol Meligeni/Luisa Stefani, que sofreram mas derrotaram Alexia Guarache/Daniela Seguel (CHI) por 2 sets a 1. (2/6,7/5 e 11/9). Usue Arconada/ Caroline Dolehide (USA) foi ouro e Veronica Cepeda/Monserrat Gonzalez (PAR) ficou com a prata

Na dupla masculina, Gonzalo Escobar/roberto Quiroz(ECU) levaram ouro derrotando Guido Andreozzi/Facundo Bagnis (ARG), que ficaram com a prata. O bronze ficou com Sérgio Galdos/Juan Pablo Varillas (PER)

Na dupla mista, o ouro ficou com Nicholas Jarry/Alexia Guarachi (CHI), que derrotou Federico e Noelia Zeballos (BOL), medalhistas de prata. Sérgio Galdos/Anastasia Iamchkine (PER) ficou com o bronze.




Tiro Esportivo




No skeet masculino, Elliott Christie (USA) foi ouro, Juan Schaeffer (GUA) foi prata e Nicholas Pacheco (PER) bronze. Como os Estados Unidos já preencheram a cota de dois atiradores na prova, Schaeffer e Pacheco ficaram com as vagas olímpicas. Renato Portella foi o vigésimo colocado e Jose Vendruscolo foi o vigésimo terceiro

Na pistola de 25m feminino, ana Luiza Ferrão bateu na trave e ficou na quarta colocação. Sandra Uptagraff (USA) foi ouro, Diana Durango e Andrea Perez (ECU) foram prata e bronze respectivamente. Sandra e Diana se garantiram em Tóquio 2020

A Argentina levou o ouro no Rifle de ar 10m misto, com Estados Unidos com a prata e México com o bronze.

O tiro esportivo do Brasil encerrou o pan com duas medalhas de bronze e nenhuma vaga olímpica. Ainda resta mais uma chance de vaga, que será na etapa do Rio de Janeiro da Copa do mundo de Tiro esportivo, para as modalidades de Pistola e Rifle. Para os atletas da Espingarda, a última Copa do Mundo que distribui vagas é em Lahti (FIN), entre 11 e 22 de agosto.




Vela




Por conta das más condições climáticas, tivemos apenas uma regata do 49er e do 49er FX. As duas acabaram com o Brasil na liderança, com Marco Grael/Gabriel Borges no 49er e Martine Grael/Kahena Kunze no 49er FX. A expectativa é que as outras classes comecem suas regatas no domingo (4)





Vôlei




Em uma atuação apática brasileira de um lado contra uma atuação iluminada cubana do outro, o Brasil foi derrotado por Cuba por 3 sets a 0(16/25, 21/25 e 22/25) e vai para disputa do bronze. Melgarejo foi o destaque cubano com 14 pontos. Kadu foi o destaque brasileiro com 12 pontos.

Cuba vai enfrentar a Argentina na final. Os argentinos derrotaram o Chile por 3 sets a 1 (25/21, 23/25,28/26 e 25/17) Já os chilenos vão lutar pelo bronze contra o Brasil.

Em um dia de poucas medalhas, para o Brasil, México e Canadá desgarram um pouco na briga pelo segundo lugar. Confira o quadro de medalhas abaixo:



fotos: Gabriela Castillo e Maria Delgado/Surto Olímpico, Pedro Ramos/Rededoesporte.gov.br e Fábio Canhede/Divulgação



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes