Mundial de Esportes Aquáticos 2019 - Dia 5


O quinto dia do Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Gwangju (KOR), teve a prova dos 10km masculinos e o fraco desempenho do Brasil na prova.

MARATONA AQUÁTICA
Os brasileiros Allan do Carmo e Victor Colonese não conseguiram uma das vagas para Tóquio 2020 em jogo na prova dos 10km masculino. Do Carmo ficou em 33º lugar, enquanto Colonese terminou em 35º, ambos mais de 2 minutos e 10 segundos atrás do vencedor, Florian Wellbrock (GER).

Os brasileiros agora vão tentar conquistar uma vaga na Seletiva Olímpica de 2020, a ser realizada em Fukuoka (JPN), em que os 10 primeiros buscam uma vaga por país nos Jogos, ou sendo o melhor do continente, caso não cheguem entre os 10 primeiros.

NADO ARTÍSTICO
Favorita na modalidade, a Rússia foi a vencedora da competição técnica por Equipes, com 96,9426 pontos.

Já na competição livre de Duetos, a dupla russa Svetlana Kolesnichenko/Svetlana Romashina (RUS) foi a melhor da fase preliminar, com 96,6667 pontos. O dueto brasileiro Luisa Borges e Maria Coutinho não participou da prova.

SALTOS ORNAMENTAIS
Foram realizadas nesta terça a fase preliminar e a semifinal da prova de 10m da Plataforma feminina. Na Preliminar, a melhor foi Lu Wei (CHN) com 383.75 pontos, já na semifinal a liderança foi de Chen Yuxi (CHN) com 407.95 pontos.

A única brasileira na prova, Andressa Mendes, ficou na 36ª posição da fase preliminar, com 195.80 pontos, não avançando. Ingrid Oliveira, que iria disputar a prova, foi cortada da delegação após agravar a lesão no pulso nas disputas da plataforma de 10m mista.

Na última prova do dia, a por equipes mista, o ouro ficou com a dupla da China Yang Jian/Lin Shan com 416.65 pontos. A dupla brasileira Isaac Souza/Tammy Takagi terminou em 15º lugar, com 287.10 pontos.

QUADRO DE MEDALHAS
Com as provas de Saltos Ornamentais, a China segue imbatível no topo do quadro, com 9 ouros, duas pratas e um bronze. A Rússia, impulsionada pelo Nado Artístico, está segundo com 4 ouros, 8 pratas e 1 bronze. Em terceiro está a Ucrânia, com 1 ouro e dois bronzes.

Foto: FIVB

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes