Brasil leva ouro e prata na etapa de Lima do Classificatório da América do Sul para o Mundial Sub-21 de Vôlei de Praia


O Brasil conquistou no domingo (07) medalhas de ouro e prata na segunda etapa do Classificatório Sul-Americano ao Mundial Sub-21, disputado em Lima (Peru). No feminino, Thamela e Vitoria (ES/RJ) venceram os seis jogos que disputaram, sem perderem nenhum set sequer. No masculino, Lázaro Lyan e Matheus (GO/SE) tiveram excelente campanha e só foram superados na decisão, contra time da Argentina.

Thamela e Vitoria confirmaram o ouro ao vencerem na decisão as peruanas Lisbeth Allcca e Medalyn Mendoza por 2 sets a 0 (21/16, 21/14). Horas antes, pela semifinal, as brasileiras haviam superado as argentinas Churin e Victoria também em sets diretos: 21/10, 21/13. Vitoria analisou a medalha de ouro no primeiro torneio que disputou com Thamela.

“Estamos muito felizes, conseguimos jogar muito bem juntas, muito soltas. Essa convocação foi a primeira vez que atuamos lado a lado, e conseguimos superar todas as limitações. Tivemos muita tranquilidade e paciência uma com a outra, estou feliz de ter tido essa experiência, poder representar bem o Brasil. Ela é uma menina que me passa muita tranquilidade, me ajudou demais no bloqueio. Só tenho a agradecer, a ela e ao nosso técnico nesta etapa, Ariel Uchoa”, declarou a defensora carioca.

O resultado é uma repetição da primeira etapa, quando Thamela, jogando ao lado da sul-mato-grossense Victoria, também levou o ouro na parada realizada em Arica (Chile). Com isso, o Brasil lidera o ranking com 400 pontos.


No naipe masculino, Matheus e Lázaro Lyan (SE/GO) fizeram excelente campanha vencendo os três jogos que disputaram até a final. Na decisão, os argentinos Zelayeta e Amieva levaram a melhor, com triunfo por 2 sets a 0 (21/17, 21/18), em 37 minutos.

A última etapa será disputada em Assunção (Paraguai), nos dias 13 e 14 de abril. Já o Campeonato Mundial Sub-21 acontece de 18 a 23 de junho, na cidade de Udonthani, na Tailândia. O Brasil é o atual campeão tanto no naipe feminino, quanto no masculino.

Foto; FPV

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes