Mundial de Ciclismo de Pista 2019 - Último dia


Chegou ao fim neste domingo (3) o Mundial de Ciclismo de Pista em Pruszków (POL), com a disputa das últimas quatro finais.

No masculino foram realizadas duas finais. No Sprint individual, a Holanda fez dobradinha no pódio, com Harrie Lavreysen levando a melhor sobre Jeffrey Hoogland na disputa pelo ouro. E veio nesta prova a única medalha da Polônia no evento, com Mateusz Rudyk, que conquistou o bronze, levando a melhor sobre o australiano Matthew Glaetzer, vencedor do ano passado e favorito da prova.

No Madison, a Alemanha conquistou o ouro pelo segundo ano consecutivo, somando 105 pontos. A prata ficou com a Dinamarca com 84 pontos, dois a mais que a Bélgica, que conquistou o bronze.

Outraa duas finais foram disputadas no feminino. No Keirin, o ouro ficou com a atleta de Hong Kong, Wai Sze Lee, que já havia vencido a prova do Sprint individual. A prata ficou com a australiana Kaarle McCulloch e o bronze com a russa Daria Shmeleva.

E na Corrida por pontos, o ouro ficou com a australiana Alexandra Manly, que somou um total de 29 pontos, um a mais que a irlandesa Lydia Boylan, que ficou com a prata. Campeã do ano passado, a holandesa Kirsten Wild ficou com o bronze.

Holanda e Austrália foram os grandes destaques do Mundial, cada uma com seis medalhas de ouro. No total, os holandeses conquistaram uma medalha a mais que os australianos: 11 a 10. Nas provas olímpicas, a Holanda conquistou cinco ouros, uma a mais que a Austrália.

A próxima edição do Mundial acontecerá em Berlim entre os dias 26 de fevereiro e 1° de março de 2020.

Foto: UCI

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes