Governo federal irá reduzir bolsa atleta de atletas de elite para beneficiar a base


Após o corte feito pelo ex-presidente Michel Temer no último dia útil de 2018, que retirou a bolsa atleta dos atletas da base, o governo federal busca retomar o incentivo a esses atletas por meio de cortes no bolsa atleta de atletas de elite. As informações são do diário 'Lance!'

O Secretário especial do esporte do ministério da Cidadania, Marco Aurélio Vieira, afirmou durante o fórum do desporto universitário em Brasília semana passada que o programa voltará a atender 7 mil atletas com os cortes:

"O Bolsa Atleta contempla hoje 3.058 atletas. Até o dia 10 de abril, o ministro (Osmar Terra) deve anunciar uma das metas estabelecidas para os 100 primeiros dias de governo, de que apoiaremos mais de 7 mil atletas, inclusive os de base, que haviam sido deixados de fora por conta do corte de orçamento do final do ano passado" explicou.

para retomar esse número e trazer de volta as categorias atleta estudantil e de Base (que recebiam 370 reais por mês) o bolsa atleta de quem está na categoria pódio (de atletas que estão entre os 20 melhores do ranking mundial em suas modalidades) que recebem 15 mil reais por mês terão os valores diminuídos para 10 mil reais/mês. E está previsto um aumento para o atleta da base:

"Estamos reestruturando os níveis do programa, de seis para cinco. Com isso, alimentaremos muito melhor a cadeia de todo o Bolsa Atleta. Antes, havia o estudantil e o atleta de base. Nós vamos reduzir a apenas um, de atletas de base, e a ideia é aumentar o aporte de recursos, que hoje é de R$ 370 para até R$ 700. Então, a base vai ganhar mais. Em compensação, nós estruturamos todo o escalonamento e mexemos no topo"

Em 2018, 5.830 esportistas receberam o Bolsa Atleta. O valor do programa naquele ano foi de R$ 79,3 milhões no orçamento da União. Para 2019, a previsão era de R$ 53,6 milhões, o que representa uma redução de 32,41%. A Secretaria ainda espera aumentar o volume de recursos, mas para isso depende do aval do Ministro da Economia, Paulo Guedes, que pouco tem dado sinalizações para o segmento esportivo desde o início do novo governo.

foto: Divulgação/CBDU

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes