Federação Britânica de Ciclismo veta equipe formada por atrizes pornô


A Federação Britânica de Ciclismo decidiu não renovar a licença de uma equipe feminina da modalidade. Mas não é uma equipe qualquer. Trata-se da ‘Porn Pedallers Cycling Club’ (PPCC).

Como o próprio nome sugere, é uma equipe composta por conhecidas atrizes da indústria de filmes pornôs. A federação britânica se ampara em um artigo do regulamento da União Ciclista Internacional (UCI), que fala que nenhuma equipe pode ser patrocinada por uma marca que possa prejudicar a imagem da organização e da modalidade em geral.

A equipe PPCC não tardou a reagir e deu uma resposta através das redes sociais: "O ciclismo é para todos, exceto para gente como nós. Somos um clube de ciclismo, andamos de bicicleta por diversão e recolhemos fundos para a associação Terrence Higgins Trust [apoio a vítimas com HIV]. Isto está justificado".

A ‘Porn Pedallers Cycling Club’ foi fundada em Londres em 2016 e integra atores, atrizes, produtores e distribuidores envolvidos na indústria pornográfica, que por amor ao ciclismo decidiram formar uma equipe.

A equipe já recebeu o apoio de várias figuras destacadas do ciclismo britânico, entre elas o detentor do título do Tour de France, Geraint Thomas.

Chris Hoy (várias vezes campeão olímpico na pista) e Lyuke Rowe, ciclista da equipe Sky, também prestaram o seu apoio à causa da inovadora equipe feminina de ciclismo britânica, que sai agora do anonimato para ser notícia em todo o mundo.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes