Ex-treinador processa tenista nº 1 da WTA reclamando lucros da atleta


Naomi Osaka está sendo processada por seu ex-treinador, que diz que a tenista número 1 do mundo lhe deve 20 por cento de seus ganhos na carreira.

Christophe Jean, ex-treinador da campeã do Grand Slam da Austrália, está exigindo pelo menos US$ 2 milhões de dólares do prêmio de US$ 10,8 milhões que Osaka conquistou durante sua carreira. Ele alega que foi contratado pelo pai de Osaka, Leonard François, e que teriam assinado um contrato acertando os valores.

De acordo com o processo que ele apresentou na corte estadual da Flórida, Jean treinou Osaka e sua irmã Mari em 2011. Ele diz que François era incapaz de pagá-lo na época, então eles concordaram com um contrato que concedeu a Jean 20% do prêmio em dinheiro por um período "indefinido".

O advogado de Osaka, Alex Spiro, rebateu as alegações de Christophe Jean, alegando que a ascensão da japonesa estaria levando muitos a quererem se aproveitar do momento. 

A sensação de 21 anos tornou-se a décima mulher na história a conquistar o Aberto dos Estados Unidos e o Aberto da Austrália, e a primeiro número 1 de origem asiática do mundo.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes