Presidente da Federação de Ginástica dos EUA deixa o cargo após 4 dias de exercício

A presidente da Federação de Ginástica dos EUA (USAG), Mary Bono, foi destituída após 4 dias de exercício da função. Ela foi funcionária da empresa de advocacia Faegre Baker Daniels, que realizou tentativa de acobertamento e ocultação de evidências de crime no escândalo dos abusos sexuais de ginastas da equipe norte-americana feitos pelo médico Larry Nassar, condenado a uma sentença de 40 a 175 anos de prisão.

Bono, uma ex-deputada federal pelo Partido Republicano e que atuou como ginasta na juventude também se envolveu em outra polêmica ao criticar publicamente e promover boicote à empresa Nike por seu apoio a Colin Kapernik, ex-quarterback da NFL que tornou famoso o gesto de se ajoelhar durante a execução do Hino Nacional em protesto contra violações de direitos civis e brutalidade policial. A atitude da dirigente causou mal-estar dentro da Federação de Ginástica, onde vários atletas tem patrocínio da Nike.

Em um comunicado, Mary Bono declarou "Meu afastamento vem na sequência de ataques pessoais que, deixados sem defesa teriam feito da minha liderança da USAG um risco para a organização".


Foto: Getty Images

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes