Ex-presidente da IAAF, Lamine Diack enfrenta novas acusações na França

As autoridades francesas dizem que o ex-presidente da IAAF, Lamine Diack, está enfrentando novas acusações de corrupção durante o tempo em que ele foi o presidente da entidade que rege o atletismo mundial.

Um oficial com conhecimento da investigação disse à Associated Press que Diack, que foi presidente da IAAF de 1999 a 2015, foi acusado de quebra de confiança às custas da IAAF. O oficial falou em anonimato pois a pessoa não estava autorizada a se expor publicamente.

Diack já estava sendo investigado na França por acusações de lavagem de dinheiro e corrupção. De acordo com a imprensa francesa, autoridades francesas suspeitam que ele tenha ajudado um de seus filhos, Papa Massata Diack, a apropriar-se indevidamente de fundos gerados por acordos de patrocínio.

Em outro caso, autoridades brasileiras e francesas estão tentando descobrir se Lamine Diack e seu filho desempenharam um papel na organização de subornos para ajudar o Rio de Janeiro a sediar os Jogos Olímpicos de 2016. Diack, de 85 anos, também foi acusado de cobrir testes de doping positivo da Rússia em troca de uma quantia em dinheiro.

Foto: AFP



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes