Surto de olho na Rússia: Cinco jogadores que decepcionaram na Copa 2018





Nem só a Copa do Mundo traz boas histórias aos jogadores e torcedores. Alguns foram cercados de expectativas e não foram bem, decepcionando demais e aqui vão cinco jogadores que deixaram a desejar.

Robert Lewandowski 



O artilheiro das eliminatórias e um dos melhores atacantes do planeta, passou zerado na Copa de 2018. Todo o time da Polônia e seu astro, jogaram absolutamente nada e deram adeus ainda na fase de grupos. Certo que a bola praticamente não chegou e pode-se dizer que seu único destaque no torneio foi uma cobrança de falta que o goleiro senegalês N'Diaye defendeu. Muito pouco para quem se esperava muito.

Mohamed Salah



Muito se falou antes da Copa e Salah pouco fez, junto com o Egito. É bem verdade que sua temporada foi esplêndida e é fato que sua lesão no ombro na véspera do mundial atrapalhou os planos dos egípcios, mas o ponta conseguiu se recuperar a tempo da Copa, perdendo apenas o primeiro jogo diante do Uruguai. Com dois jogos para buscar uma inédita vaga nas oitavas, Salah não conseguiu ir bem, fazendo dois gols na Copa, que foram insuficientes, visto que o jogador estava em campo nas derrotas por 3 a 1 e 2 a 1 contra Rússia e Arábia Saudita.

Gabriel Jesus



Foi importante taticamente no time do técnico Tite, mas centroavante precisa fazer mais do que ajudar na defesa, ele precisa ser decisivo no ataque e Gabriel Jesus foi pífio na sua principal função: Fazer gols. O atacante foi o pior de toda história da seleção brasileira no torneio, sendo o responsável pela primeira vez um jogador da camisa nove canarinho não marcar um gol sequer no torneio. Duramente criticado, terá que dá a volta por cima para vestir a mesma camisa daqui há quatro anos.

Lionel Messi



A imagem foi uma das únicas que vemos Lionel Messi sorrindo ou vibrando na Copa da Rússia. Messi foi muito abaixo do que se esperava e pelo que já foi visto o argentino jogar. É bem verdade que o time argentino foi muito mal como um todo e isso se estendia desde as eliminatórias, que se não fosse por ele, provavelmente os argentinos nem estariam na Copa. Perdeu um pênalti decisivo quando a partida contra a Islândia estava empatada e jogou mal em todos os outros jogos, parecendo acomodado na maior parte do tempo. Muito pouco para quem foi eleito cinco vezes melhor jogador do mundo.

Thomas Müller



Escolher um só jogador alemão quando a seleção alemã faz a sua pior campanha na história das Copas é uma tarefa difícil. Ninguém foi bem, mas Thomas Müller pela expectativa que gerou antes do mundial, foi decepcionante demais. Tinha todo um debate se o camisa treze se tornaria o maior artilheiro da história do torneio, mas seu desempenho foi muito ruim. Saiu da Rússia sem sequer ser lembrado e mesmo jogando as três partidas, mais entrou em campo do que jogou, de fato.


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes