Resumão PyeongChang 2018 - Dia 6

Perdeu alguma coisa nesse sexto dia de competições? Chegou o nosso resumão para você ficar bem informado:


Biatlo

Hanna Oberg(SWE), que não estava cotada entre as favoritas antes de PyeongChang, mostrou sua força nos jogos e após ficar em quinto e em sétimo no sprint e na perseguição, levou o ouro na prova principal do Biatlo, os 15 km. Sem comete rum erro sequer, Oberg venceu com extrema tranquilidade. Anastasiya Kuzmina (SVK) ficou com a prata e Laura Dahlmeier (GER) conseguiu mais uma medalha, agora de bronze.


Nos 20 Kms masculino, Johannes Things Boe (NOR) se recuperou do maus resultados nas provas anteriores e foi veloz e mesmo com dois erros no tiro (cada erro é uma punição de um minuto) para conquistar o ouro. Jakov Fak (SLO) não cometeu erros , mas não conseguiu superar a velocidade de Boe, chegando 5s depois e ficando com a prata. com varios erros dos cotados a medalha, Dominik Landertinger (AUT) surpreendeu e foi bronze.

 Luge


A Alemanha confirmou o favoritismo e levou com tranquilidade o ouro na competição por equipes, última competição do luge em PyeongChang. Natalie Geisenberger, Johannes Ludwig, Tobias Wendl/ Tobias Artl conquistaram o bicampeonato olímpico com 0.355s de vantagem para os canadenses, que surpreenderam e ficaram com a prata. Os Austríacos ficaram com o bronze.


SkeletonSkeleton


SungBin Yun (KOR) e seu capacete do homem de ferro fizeram a alegria da torcida e quebrando o recorde da pista de PyeongChang duas vezes, se mostra como favorito ao ouro no skeleton. no acumulado ele está com uma vantagem de 0.74s para o segundo colocado Nikita Trebugov (OAR) e se não cometer erros nas descidas finais, dificilmente não ficará com o ouro. Martin Dukurs (LAT) foi o terceiro mais rápido.

Snowboard

Teve início o snowboard cross e a prova masculina mostrou o quão é desafiador  é o circuito do Cross. Mas Pierre Vaultier (FRA) confirmou o seu favoritismo e conquistou o seu bicampeonato olímpico na prova. E ele teve que superar um acidente feio na semifinal que quase o eliminou.


 Jarryd Hughes (AUS) foi prata e Regino Hernandez (ESP) foi bronze, quebrando um jejum espanhol em jogos de inverno que durava desde Albertville 1992.

Patinação de velocidade


Ted-Jan Bloemen (CAN) 'quebrou' a hegemonia holandesa na patinação de velocidade ao vencer a prova dos 10000m masculino. Até porque Bloemen é holandês naturalizado canadense, então dá pra entender porque os holandeses foram batidos.

Bloemen venceu com uma boa vantagem e ainda bateu o recorde olímpico - 12m39s77. Jorrit Bergsma (NED) ficou com a prata e Nicola Tumolero (ITA), o bronze. Sven Kramer (NED) disputou a prova, mas terminou na oitava colocação.

Outros eventos:

- Dupla alemã faz apresentação irretocável e leva ouro nos pares da patinação artística;
- Confusão entre Estados unidos e Canadá no feminino marca dia do hóquei no gelo.
- Canadá, no masculino, e Japão no feminino, lideram no Curling.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes