Diretor do Tour de France quer uma investigação rápida no caso de Chris Froome


O diretor do Tour de France, Christian Prudhomme, quer que as autoridades de ciclismo atuem rapidamente na investigação do britânico Chris Froome, quatro vezes campeão da volta francesa.

Froome foi convidado a explicar a União Ciclista Internacional (UCI) por que uma amostra de urina que ele forneceu na Volta a Espanha em setembro mostrou uma concentração do salbutamol que era o dobro do nível permitido.

"Queremos que a situação seja esclarecida, para sair da escuridão e ambiguidade", disse Prudhomme à France Info TV na sexta-feira (22). "Obviamente, queremos que uma investigação seja conduzida, e não queremos que dure meses e meses, para que possamos ter uma resposta da UCI o mais rápido possível na próxima temporada".

Se for considerado culpado de doping, Froome, de 32 anos, poderia perder o título da Volta e ser suspenso por um longo período.

Froome planejou viajar para o Tour no próximo ano e Prudhomme quer evitar uma repetição do cenário que viu o espanhol Alberto Contador a ganhar o Giro d'Italia em 2011, apesar de um teste positivo para clenbuterol. Seu título foi mais tarde cassado e dado a Michele Scarponi depois que a Corte Arbitral do Esporte deu ao espanhol uma suspensão de dois anos.

Froome ganhou seu quarto título de Tour neste ano e seguiu com uma vitória na Volta.

"Salbutamol não é uma substância proibida", disse Prudhomme. "O que importa é a quantidade tomada, é por isso que uma batalha especializada ocorrerá, embora pareça que a dose encontrada foi o dobro do nível permitido".

Foto: Divulgação



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes