México e EUA goleiam no grupo A e vão à semifinal do Pré-Olímpico da Concacaf - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

México e EUA goleiam no grupo A e vão à semifinal do Pré-Olímpico da Concacaf

Compartilhe
Fotos: Reproduções/Twitter @Concacaf e @Betcrismex


Na noite de ontem (21), teve início a segunda rodada do grupo A do Pré-Olímpico de futebol da Concacaf e o cenário era simples: Se México e Estados Unidos vencessem já garantiriam vaga na semifinal por terem vencido a primeira partida. A expectativa não apenas se confirmou, como foi com goleadas de ambas as seleções.


Dotson sai do banco e decide a vaga aos norte-americanos

Devido a goleada sofrida contra o México por 4 a 0 na primeira rodada, a República Dominicana veio com mudanças para o jogo. No entanto, o lado direito da defesa continuava uma peneira e era necessário endurecer o jogo se ainda quisesse ter chances de vaga. Mesmo sem atacar uma única vez, conseguiram segurar o ímpeto dos americanos no primeiro tempo.


Era nítido que a seleção americana ficava cada vez mais ansiosa pelo gol e mais angustiada com as chances perdidas. Mas aos 15 do segundo tempo as coisas começaram a mudar. Com o gol de Jackson Yueill a porteira abriu. E no minuto seguinte Hassani Dotson entra para fazer um gol aos 27 e outro aos 33 do segundo tempo. A goleada se encerrou com gol de Mihailovic já nos acréscimos. 


Mesmo com duas goleadas sofridas e oito gols sofridos com jogadas pelo lado do campo, o tom adotado pelos jogadores e comissão técnica da República Dominicana é de otimismo para o futuro de acordo com Jonathan Himelfarb: "Jogamos 60 minutos no mais alto nível, com esta geração, o futuro é lisonjeiro para o futebol dominicano", disse o assistente técnico.


Já do lado vencedor, o treinador Jason Kreis gostou da postura da equipe na partida e ressalta que apesar da goleada imposta, o placar não condiz com o jogo e a luta no momento é clara: "Foi uma partida difícil de várias maneiras porquê é muito complicado quebrar as linhas de um time bem defensivo. Agora queremos vencer o México e ganhar o grupo A".




Ofensividade faz o México levar a outra vaga para a semifinal 


A torcida mexicana presente no Estádio Akron tinha motivos para estar animada. Depois de ver a seleção El Tri golear os dominicanos por 4 a 0, não esperavam outra coisa e saíram satisfeitos. Logo aos seis minutos do primeiro tempo em boa jogada pela esquerda, Uriel Antuna recebe ótimo passe de Córdova para apenas completar sem goleiro.


No segundo tempo a seleção mexicana continuou a atacar e novamente aos seis minutos saiu um golaço. Antuna tentou sair costurando a zaga costarriquenha e perdeu o controle da bola, que Alexis Vega mais enxergou como um passe para dar um belo tapa de forma colocada no canto direito do goleiro Kevin Chamorro, que mesmo se esticando todo não conseguiu chegar. 


O terceiro saiu após contra-ataque mexicano com lançamento de Vega, ajeitada de peito de Rodríguez para Córdova bater na saída de Chamorro e decretar o 3 a 0, além da vaga na semifinal.


Na coletiva de imprensa, o técnico mexicano Jaime Lozano elogiou muito a equipe. Lozano acredita que o objetivo está cada vez mais perto e que a seleção pode melhorar mais: "O objetivo final é a vaga para Tóquio e embora haja objetivos pessoais, os jogadores sabem que o objetivo do grupo vem primeiro. Sabíamos que iríamos melhorar. O jogo contra a República Dominicana foi bom e diante da Costa Rica foi muito melhor. Vamos ser melhores jogo a jogo."


Se Jason Kreis quer vencer o grupo A, Lozano faz questão de ressaltar que além de bater os americanos, quer chegar a Tóquio 2020 invicto: "Vamos jogar a primeira posição do grupo com os Estados Unidos queremos ganhá-la. Viemos para ganhar os cinco jogos, a vaga para Tóquio e ficar com o troféu".



Situação do Grupo A 



México e Estados Unidos estão empatados em número de pontos, mas os mexicanos lideram o grupo A por apenas um gol de vantagem no saldo de gols. Ambas as seleções já estão classificadas para a semifinal e agora se enfrentam para vencer o grupo. Já Costa Rica e República Dominicana deram adeus ao sonho de chegar aos Jogos Olímpicos de Tóquio e se enfrentam apenas para cumprir tabela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário